28 março, 2017

Depois da Tempestade: com exclusividade para O SubSolo, lançamento da nova música e entrevista com Diego Andrade

Vídeo no YouTube é divulgado com exclusividade pel'O SubSolo. Álbum de estreia será lançado ainda nesta semana




Foi de surpresa que a Depois da Tempestade lançou seu mais novo single, a canção “Sobre viver”. A faixa integra o álbum “Multiverso”, produzido por André Freitas  (Charlie Brown Jr., Bula, Urbana Legion, A Banca).

Assim como a primeira canção divulgada, “Juno”, esta vem para somar à sonoridade de peso e atitude da banda de Santos. A composição começou com o guitarrista Rafael Gonçalves, que reflete seus riffs e acordes inconfundíveis ao longo de toda a música. 

“Ela já veio praticamente pronta, só tive de escrever a letra e colocar a melodia. É um som muito atual que trata sobre a desesperança que sentimos ao transitar por uma grande metrópole, principalmente em um país em crise econômica e política. Olhos distantes, sorrisos escondidos, semblantes tristes. O refrão foi inspirado na primeira cena de Watchmen, onde uma mão entrega uma flor ao policial e toma um tiro”, recorda o vocalista Victor Birkett. Além dele e de Rafael, a banda é formada por Dennys Andrade (guitarra), Diego Andrade (baixo), Maru Mowhawk (teclado) e Bruno Andrade (bateria).

“Sobre viver” foi escolhida como mais um gostinho do álbum da Depois da Tempestade por ter se tornado um dos pontos altos de suas apresentações ao vivo, quando os músicos testaram o material que chega em breve nos principais serviços de streaming de música. “Essa música tem uma energia incrível e é ritmada perfeitamente para pular e extravasar”, completa Victor.

A banda se prepara para divulgar o álbum ainda nesta semana e para o show de lançamento, no dia 02/04, no mítico Hangar 110, em SP.

Confira “Sobre viver”: 


Confira agora a conversa com Diego Andrade, baixista e fundador da DDT

Diego, obrigado pela oportunidade de estarmos lançando o novo single da DDT com exclusividade para O SubSolo, isso é muito importante para nós. Conte-nos, qual a tua visão sobre o disco todo?
Diego Andrade: Eu diria que o disco chega no melhor momento possível da banda. Trabalhamos nele por mais de um ano e sabemos que 100% de cada um foi colocado nele.

Qual a expectativa da banda toda para o lançamento do álbum?
Diego Andrade: É sempre difícil lidar com as expectativas, pois temos que tomar cuidado caso elas não sejam atingidas não é? Então, eu diria que as expectativas são boas, porque a gente fez o melhor possível para esse disco nos agradar do início ao fim.

Vocês lançaram primeiro "Juno" e agora a nova faixa, "Sobre Viver". Qual o motivo delas serem as escolhidas?
Diego Andrade: Para quem nos pergunta sobre o disco, a gente acaba respondendo que a pessoa encontrará de tudo. Para quem conhece a banda, os nossos 3 eps tem sonoridades diferentes e isso foi algo que a gente procurou manter no disco: soar diferente, mas soar como Depois da Tempestade. Portanto, escolhemos elas por mostrarem um pouco do que podem esperar com o disco, já que elas têm sonoridades diferentes.⁠⁠⁠⁠

Vocês vão lançar o primeiro full álbum no Hangar110, um lugar que vocês almejavam tocar a muito tempo. O que isso significa para vocês? Afinal, é um lugar clássico do Rock Autoral.
Diego Andrade: Por mais clichê que seja: é um sonho realizado! O legal é que essa história começou antes de entrarmos em estúdio. Um dia cheguei pros caras e falei "o quão bom seria lançar o nosso primeiro disco em nossa primeira vez no Hangar?" Todos se animaram e ai começamos a correr atrás disso. Logo depois veio a notícia do último ano do Hangar e aí não teve jeito, tinha que ser lá! Graças ao Jutahir da Frigideira Independente isso foi possível. Outro fato interessante, é que nenhum dos 6 dá banda tocou no Hangar, ou seja, primeira vez de todos, da banda e com o nosso primeiro disco.

Mas como um músico que está realizando o sonho, qual a mensagem que tu deixa para os leitores?
Diego Andrade: Novamente eu digo: por mais clichê que seja, se você tem um sonho, corra atrás. Todo dia a gente tem a chance de fazer algo, e aí é sua vez de se perguntar o que anda fazendo por isso? São 5 anos de DDT, mas há 11 anos tendo banda, quebrando a cara, mas hoje, estou aqui prestes a realizar, talvez, o maior sonho de quem tem banda de rock no Brasil.

CONFIRME PRESENÇA NO EVENTO DE LANÇAMENTO CLICANDO AQUI

SIGA DEPOIS DA TEMPESTADE

27 março, 2017

Los Volks: novo videoclipe retrata abuso sexual e bullying


Após recentemente ter sido selecionada para integrar uma coletânea da Fast Factory Records, gravadora estrangeira, a banda guarujaense Los Volks acaba de lançar o videoclipe da canção “Tudo Irrita”. O clipe já está disponível pelo canal da banda no Youtube e tem direção assinada pela Produtoca, produtora especializada em audiovisuais.

O vídeo é uma espécie de mini-curta e contou parte da trajetória da personagem Luna, que enfrenta problemas familiares e bullying, além de retratar temas polêmicos como o abuso sexual.  Para obter o resultado esperado, a Los Volks contou com a participação da figurante Sara Barros e dos atores Fabiano Rocha e Maria Mara. Vale ressaltar que a canção escolhida para o videoclipe integra o EP Luna, trabalho de estúdio do grupo que foi lançado recentemente e com produção, mixagem e masterização por Lucas Real Fernandes, baterista que acompanha o músico Jorge Ben Jor e a banda vicentina Zebra Zebra. 

Para a produtora responsável, Juliana de Freitas, pode-se dizer que o videoclipe simboliza “um grito”. “Fiquei tocada ao ouvir a música pela primeira vez no ensaio. Me identifiquei muito e confesso que tem muito de mim na narrativa do clipe, desde histórias pessoais a fatos que ouvi. O clipe representa um grito de liberdade. Ele me inspirou a libertar-me de muitas coisas que me faziam mal e espero que ele cause o mesmo efeito nos espectadores”, afirmou.

De acordo com a cineasta, ainda houve um cuidado especial no clipe ao tratar de assuntos complicados. “Procurei passar o recado entre linhas na questão do assédio por parte do familiar de Luna, enquanto em temas como o bullying e toda a opressão que a personagem sofre, procurei transmitir a mensagem de forma mais clara por serem assuntos com tabus menores“, explicou.

Formada pelos músicos Pablo Mello, Carolyn Areias, Vinícius Souza, Isabella Araújo e Vinícius Santos, a Los Volks atualmente trabalha no desenvolvimento de seu primeiro disco “full”, ao qual possivelmente conterá entre 10 e 12 canções. O grupo têm apoio do estúdio Dragon Music Center que fica na Avenida Dr. Bernadino de Campos, 125, Vila Belmiro, Santos.

ASSISTA "TUDO IRRITA"

NervoChaos: novo videoclipe mostra música inédita e tecnologia 360°

Com poucos dias faltando para que um dos discos nacionais mais aguardados do ano seja lançado, o NERVOCHAOS dá mais uma amostra do que está por vir em ‘Nyctophilia’.


A música escolhida é a segunda faixa, ‘Ritualistic’, e mais uma vez a banda utiliza a tecnologia de filmagem em 360 graus (confira os vídeos anteriores aqui: https://goo.gl/8Kglb9).

A direção ficou nas mãos de Angelo Rodrigues e Jackson Kleber, a filmagem e edição pela Adonai Filmes, fotografia por Victor Ponce, direção de arte por Lu Bueno e colorização por Marcelo Cosme. Assista:

Facebook: https://www.facebook.com/NervoChaos/videos/10155222247294645/

YouTube: 


Este é o segundo videoclipe retirado de ‘Nyctophilia’, há duas semanas uma produção para a música ‘Ad Maiorem Satanae Gloriam’ que contou com a ilustre presença de Jão, um dos fundadores do Ratos de Porão interpretando um padre, foi lançada também:

Facebook: https://www.facebook.com/NervoChaos/videos/10155174153974645/

YouTube:


O grupo segue nas últimas datas de sua turnê latino-americana ao lado do KRISIUN e logo anunciará mais datas pelo mundo todo para o suporte ao novo álbum.

‘Nyctophilia’ é o sétimo álbum de estúdio do NERVOCHAOS e será lançado em 7 de abril pela Cogumelo Records no Brasil e pela Greyhaze Records na América do Norte e Europa.

Esta é a primeira vez que a banda gravou o álbum fora do Brasil. O grupo passou um mês na cidade de Como, na Itália, no estúdio Alpha Omega junto com o produtor Alex Azzali, que também mixou e masterizou trabalho. A arte do álbum foi criada por Alcides Burn.

O disco ainda apresenta os convidados especiais Sebastian L. da banda Into Darkness e Leandro P. da banda R.N.S. Além de uma faixa, ‘Vampiric Cannibal Goddess’, que apresenta os riffs compostos por Bolverk do Ragnarok.

Contato: nervo666@hotmail.com

Sites Relacionados:
www.nervochaos.net
www.facebook.com/NervoChaos
www.metalmedia.com.br/nervochaos

Fonte: Metal Media

26 março, 2017

Resenha: Camaleão e os Bichos do Mato - Camaleão e os Bichos do Mato (2016)

Impossível você não julgar o álbum/ep antes da hora, sabendo a formação que compõem a composição do disco. Camaleão e os Bichos do Mato é formada apenas por monstros, são eles: Vitor Calegaro no vocal e guitarra, Leo Mayer na guitarra, Vini Brum (baixista do Rinoceronte) no baixo e nas vozes de apoio e Cezar Nogueira na bateria, assusta né? Prepare seu ouvido!




São nove faixas que surgem no álbum de estreia da banda. Claro pelo o que conhecemos dos músicos de outros projetos, o Stoner estaria presente em boa parte das composições, poemos dizer que, em quase todas. Algumas pegadas são evidentes dentro das influências impostas no disco, como Led Zeppelin e Deep Purple, com pequenas adições do Progressivo e do Alternativo, a sonoridade ímpar do Camaleão é formada em instantes, algo único e que se torna característico. 

Por ter gostado de todas as músicas, fiquei com dificuldade de definir aquelas que mais me chamaram a atenção, talvez a faixa "Ressurreição" pelo peso tenha caído nas minhas graças por ter se encaixado nos meus requisitos de "boa música", aonde também chama a atenção a métrica das letras. "Os Mosquitos" também me ganhou, pela forma como é conduzida, lembrando bandas como: Blitz, Titãs anos 80's e Engenheiros. Mas se tem uma música que grudou na minha cabeça, é a faixa "Nítida Impressão", a forma como é cantada é o que mais arrepia, talvez a música que o vocal seja melhor explorado e arriscando algo mais grave e mais rasgado, dando ênfase a um Grunge enraizado nas influências das vozes.

Interessante sentir o feeling de cada instrumento nas músicas do disco, pois além de ter sido muito bem masterizado e mixado, aonde você pode ouvir cada instrumento no seu minimo detalhe, é gratificante a aula instrumental que recebemos gratuitamente nessas audições. Impossível ouvir apenas uma vez, a vontade de ouvir é incessante e a cada audição alguma coisa nova é percebida, com tantos detalhes é inegável a qualidade dos músicos nesse álbum, este que é esplêndido.


TRACKLIST
01) Guia
02) Johnny Lóki
03) Perda de Tempo
04) Perdido na Escuridão
05) Forasteiro
06) Os Mosquitos
07) As Horas
08) Ressurreição

09) Nítida Impressão

FORMAÇÃO
Vitor Calegaro - vocal e guitarra
Leo Mayer - guitarra
Vini Brum - baixo 
Cezar Nogueira - bateria

SIGA CAMALEÃO

Pop Javali: confira lyric vídeo de música do futuro álbum


O power-trio paulista ‘POP JAVALI’  está prestes a lançar seu novo álbum de estúdio, “RESILIENT”, que trará 12 faixas inéditas e  também vai marcar o aniversário de 25 anos de fundação do grupo.

Pra celebrar  a marca e o novo trabalho junto aos fãs e amigos, a banda libera “DRYING THE MEMORIES”, faixa do novo CD, em formato “Lyric Video”, que pode ser conferido em seu canal oficial de youtube:



O vídeo foi desenvolvido pela produtora “GERAÇÃO  Y”, com edição de  Gabriel Matos, utilizando os conceitos da arte da capa do CD, criada pelo renomado artista JOÃO DUARTE (JDUARTE DESIGN).


"RESILIENT" será lançado pela VOICE MUSIC, gravadora que foi responsável pela distribuição do trabalho anterior do grupo,  "Live In Amsterdam" (2016), gravado na capital holandesa durante sua bem sucedida turnê europeia. A produção ficou a cargo dos irmãos IVAN e ANDRIA BUSIC (BUSIC PRODUÇÕES), parceria que a POP JAVALI já tem desde 2013.

O novo trabalho será disponibilizado tanto no formato físico (distribuído para grandes lojas como Americanas, Submarino, Saraiva e Livraria Cultura) quanto no formato digital, com alcance mundial pelas plataformas Spotify, Deezer e iTunes, entre outras.

Mais sobre POP JAVALI em:
www.youtube.com/popjavali92
www.popjavali.reverbnation.com
www.instagram.com/popjavali_oficial 
www.popjavali.com.br           
www.facebook.com/popjavali       
www.soundcloud.com/popjavali

All Seven Days: assista ao clipe da música “Dead End”


Os motores estão se aquecendo e a data oficial de lançamento do primeiro álbum da banda All Seven Days se aproxima, enquanto tudo está sendo preparado, os músicos aos poucos vão liberando informações pertinentes sobre o álbum “Synthetic Soul”.

Após a liberação da música “Enough!” como primeiro single do novo álbum, a banda divulga em seu canal oficial do YouTube o clipe com lyric da faixa “Dead End”.

A música aborda conflitos internos do ser humano, a luta diária pela libertação que só é possível após entender e reconhecer os caminhos percorridos e os erros do excesso de desejos pelo externo, entender que mesmo nos caminhos errados e na busca dos desejos externos, os mesmos sempre serão insaciáveis, somente a individualidade e reconhecimento interno é capaz de nos absolver dos erros capitais que nos saciam com meras necessidades materiais. A essência está em ser e se autoconhecer para obtermos a liberdade.




O álbum “Synthetic Soul” será lançado oficialmente dia 23 de março em formato digital, a banda está preparando o lançamento físico entre os meses de Abril/Maio. Antes do lançamento oficial do álbum, dia 15 de março será disponibilizado um novo single, então fique ligado nos veículos de comunicação e mídias da banda All Seven Days!

Formação:
Gui Fonseca (vocal);
Stanley Lima (guitarra);
Dan Gomes (guitarra);
Matheus Carvalho (baixo e teclado);
Henry Correia (bateria).

Faixas:
01 – Synthetic Soul
02 – Ashes
03 – Black Ruby
04 – Dead End
05 – Enought
06 – Last Command
07 – Chronus and Kairos
08 – Solace
09 – Cross of Sorrow
10 – Tears of Revolution

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/allsevendays
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCQhcS9ECoiLfB-zRzE5ezuA


Roadie Metal Assessoria

25 março, 2017

Revolução: videoclipe estreará na TV neste domingo

A banda mineira REVOLUÇÃO aparecerá na TV! No Programa "Udigrudi Play TV" no CANAL PlayTV - OFICIAL. Você pode ver de acordo com sua TV por assinatura. O programa vai ser no domingo, 26 de MARÇO a partir das 20 horas e 30 min, apresentando o clipe da faixa "EU TE AMO".



A banda, emocionada, agradece: "Muito obrigado pela oportunidade produtores. É uma honra para uma banda de Belo Horizonte, como nós, passar em REDE NACIONAL! 

Revolução agradece também aos talentosos atores Raphael Calazans e Gabrielly Duard e ao diretor Aloisio Junior. O Oscar é de vocês!




Ouça o álbum completo da "Revolução" no
Spotify

Alkanza: revelada capa e track-list de "O Céu da Boca do Inferno"


Em reta final das gravações do álbum "O Céu da Boca do Inferno", a Alkanza divulgou a pouco a arte que irá estampar o novo álbum. Criada pelo artista paulista Márcio Saviano, a ilustração contrasta bastante com as capas do EP "Destroy the System" e do álbum debut "Colonizado pelo Sistema", apresentando um fundo claro e um desenho cru, o que o torna ainda mais impactante.


Além dessa novidade, a track-list será composta por sete faixas, com algumas já sendo executadas nos shows da banda.


  1. Em Coma
  2. Paciência V.T.N.C 
  3. Com Força
  4. É Só?!
  5. Escolhas
  6. S. C. M. N. S. M.
  7. Sorria

A Alkanza também antecipou que o lançamento está previsto para o começo do segundo semestre deste ano.


Curioso sobre o que está por vir? Então confira a matéria que fizemos quando fomos

convidados para a ensaio da banda tocando as música desse álbum: http://www.osubsolo.com/2016/12/alkanza-primeira-demonstracao-do.html

Topfive: cinco bandas para ouvir neste fim de semana #26

Como já é de praxe, todo sábado aqui n'O SubSolo é dia de conhecer cinco novas bandas brazucas e, chegando na nossa vigésima sexta edição, trouxemos muita coisa boa pra vocês ouvirem, então, bora lá? 




1) Tamuya Thrash Tribe - Thrash Metal (Rio de Janeiro/RJ)

A banda carioca formada em 2010 por Luciano Vassan, Leonardo Emanoel, João Paulo Mugrabi e Bruno Rabello, faz um som pesado e distorcido, com letras que misturam inglês, português e até o tupi guarani, riffs elaborados e batidas arrasadoras, aliados a um vocal que passeia por diversas texturas que vão desde o gutural mais agressivo ao limpo e melódico. Em suas músicas, temas como escravidão, abolicionismo, missões jesuíticas, revoltas escravagistas, religião, luta pela liberdade e lendas indígenas são frequentes. O principal objetivo da banda é mostrar ao mundo a grandeza e a beleza de nossa história, cultura e folclore, narrando não somente a história de personagens como Zumbi, Tiradentes e Lampião e Sao Sepé, mas também o lado mais sombrio da nossa história e nossa cultura, mostrando tudo aquilo que ficou de fora dos livros didáticos e das salas de aula.


2) Cätärro - Thrashcore (Mossoró/RN)

A banda de powerviolence formada em meados de 2003, com influência da escola de thrashcore e powerviolence americano dos anos 90, é formada por Pedro - Vocal, Fernando - Guitarra e Aninho - Baixo. Os caras tomam como suas referências principais, o som feito pelas bandas de vila velha, como o Jäzzus, Ajudanti di Papai Noel, Chuck Norris, Merda e etc. Escute aí!


3) Facada - Grindcore (Fortaleza/CE)

O Facada toca grindcore desde 2003. Simples. Rápido, pesado, cru, sem experimentalismos, sem frescura, sem viagens sonoras, sem hypes ou modas, sem alegria, sem cultuar ninguém, sem dar satisfação a ninguém, sem breakdowns, sem vocais limpos, sem falsa amizade nem falso discurso. Sinta-se à vontade para não gostar. Se não gostar faça o favor de não nos visitar ou ouvir nossos sons. Já viajaram por quase todo Brasil, incluídos aí: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Lançou seu 2o. disco chamado de “O Joio” que foi mixado na Suécia por William Blackmon (gadget) e foi lançado por 4 gravadoras, 3 brasileiras e uma inglesa. O Facada hoje é: James (baixo e vocais), Dangelo (bateria), Danyel (guitarra) e Ari (guitarra). 


4) Baba de Sheeva - Crossover/Punk/Thrash Metal (Goiânia/GO)

Punk e metal. Hardcore e thrash. Mais do que tentar andar em cima do muro dentro desses estilos, a banda nega a existência de qualquer barreira entre essas duas vertentes da música suburbana. Tocando o mais rápido que conseguem e falando em voz daqueles que não conseguem se expressar, pois já estão chapados demais para manifestar alguma ideia. Baba de sheeva, como os próprios caras se descrevem, é subversão, inversão de valores, música rápida sem fé em Deus, sem fé no mundo e sem fé no homem.


5) Galinha Preta - Punk Rock (Brasília/DF)

Integrada atualmente por Frango Kaos (vocal, samplers, guitarra), Bruno Tartalho (baixo), Japonez (guitarra) Hudson hells guitarra e Guilherme Tanner (bateria) a banda brasiliense Galinha Preta surgiu em 2002. Com um som puro, rápido e pesado faz juz as suas influências de punk rock, hardcore e grindcore. O grupo ousado, irreverente e dinâmico se tornou muito conhecido por provocar risadas hilárias a quem assistisse o show ou escutasse suas músicas. As composições abordam o cotidiano, problemas sociais e até lendas urbanas, de forma simples e irônica que agradam e divertem de forma super criativa, os ouvidos por onde entram.


24 março, 2017

Blackjaw: novo videoclipe chega a mais de 12 mil visualizações em menos de 1 dia


A banda de São Vicente, Blackjaw, lançou seu mais novo videoclipe.

Eles, que já tinham outros sete videoclipes, fizeram uma parceria com a Gravata Florida Filmes e o resultado foi esse: um sucesso. O clipe foi tão bem feito quanto a música. Uma combinação maravilhosa pra essa que é uma das grandes bandas da Baixada Santista.

Dirigido por Kennedy Lui (Zebra Zebra), "Find A Name That Perfectly Fits" é a primeira faixa do novo disco banda de punk rock caiçara. "Anticlimax" ainda não tem data pra sair, mas pelo visto, será um dos melhores discos do ano. O videoclipe está na Fan Page da banda no Facebook e já ultrapassou a marca de 12 mil visualizações em menos de um dia. 
Confira: https://www.facebook.com/blackjawdancers/videos/1387768967932744/

SIGA BLACKJAW

Hatefulmurder: confira o clipe de “Red Eyes” e saiba como adquirir o novo CD da banda

Com o início da distribuição do novo álbum “Red Eyes”, a banda Hatefulmurder, informa que o material já está disponível para compra no mercado brasileiro.



O álbum pode facilmente ser encontrado no site da gravadora “Secret Service Records”, a mesma possui sua matriz em Londres, mas já atua com escritório e loja virtual em território nacional.

Confira o clipe da música “My Battle”, faixa que apresenta a nova vocalista da banda Angélica Burns.


Para adquirir sua cópia do disco “Red Eyes” acesse o link abaixo, o preço para todo o Brasil é de R$20,00 mais o frete para sua região: http://secretservicerecords.com.br/

Roadie Metal Assessoria

23 março, 2017

Coletivo La Migra Fest: marcando sua tradição no centro da cidade de São Paulo.

Quando o nome Coletivo La Migra vem aos nossos ouvidos imaginamos algo extremamente gigante, formado por milhares de pessoas envolvidas, porém quando pesquisamos os trabalhos realizados por esse grupo notamos que muito se vem produzindo, chegando agora no mês de Abril na sua 29º edição do Coletivo La Migra Fest.



Antes os eventos não tinham casas fixas, Sidney e Max muitos conheceram sobre a cena local de diversas cidades e muito se conheceu de cada região, agora a dupla vem em busca da regionalização de seus trabalhos focando apenas em organizações na capital de São Paulo. Em parceria com a casa de show já conhecida Augusta 339 o projeto marca residência fixa e juntos vem realizando um ótimo trabalho em pró a cena underground nacional, até agora já subiram ao palco La Migra 9 bandas e com a meta de 41 banda até o termino do ano o projeto busca forma uma tradição do evento na principal rua noturna da capital paulista, fazendo algo nunca visto antes na Rua Augusta, pois o projeto está levando o poder do Underground Extremo uma vez ao mês e convocando aos amantes da ante-música para o local e fazer assim uma grande avalanche extrema, podendo assim apresentar aos amantes das ruas de São Paulo que o trabalho pode ser sim visto com outros olhos.

Confira agora um pouco do que rolou nos eventos de Fevereiro
no grande Augusta 339:

Fevereiro:


Veja outros vídeos no canal oficial no youtube, clicando aqui. 

Além disso os grandes amigos Tarso e Pierre do Canal Pit&Bull estão presentes nos eventos desde a sua primeira edição e com uma grande parceria esses caras estão formando  um verdadeiro registro nos eventos, dando ainda mais importância as bandas e principalmente a cena underground nacional, veja agora como foi o evento de Fevereiro ao olhos do Canal Pit&Bull e conheça ainda mais sobre as bandas participantes:





A próxima edição de Abril será realizada o dia 15 às 23hs no Augusta 339. Se possível, compareça e venha você também fazer parte desta história.



Serviço:
Local: Augusta 339
Rua Augusta, Número: 339, Centro, São Paulo, SP-Brasil

Ingressos:
R$20,00 na porta, somente a dinheiro.
R$15,00 antecipado, no crédito, transferência ou depósito.
Antecipados no e-mail: ingressoslamigrafest@gmail.com.

Atrações:
Dark Slumber, Dark Metal de RJ
Chaoslace, Death Metal de SP
Absyde, Black Metal de SP
Vizaresh, Death Metal de SP

Acesse agora mesmo o evento oficial criado no Facebook e compareça a mais uma grande celebração Coletivo La Migra https://www.facebook.com/events/1454927331224217/


Conheça mais sobre o Coletivo La Migra.
Fale conosco: coletivolamigra@gmail.com

Datavenia: divulgando “Welcome to the Underground”

Formada há 10 anos na pequena Frederico Westphalen, no Rio Grande do Sul, a DATAVENIA segue nas divulgações do debut álbum “Welcome to The Underground”, lançado em 2016.



Contando com 10 faixas, o álbum mostra todo o poderio da banda gaúcha com técnica e musicalidade no tradicional Heavy Metal, ainda assim criando algo único e poderoso. Um pouco do material pode ser visto no videoclipe para a faixa título, ‘Welcome to the Underground’, produzido por David Kliemann e William Stringhi:



Para conhecer mais sobre a DATAVENIA e acompanhar as novidades, curta a página no Facebook:

https://www.facebook.com/dataveniabanda/

Contato: dataveniabanda@gmail.com

Fonte: Metal Media

Velha Cortesã: EP "O Show do Mundo" disponível para audição gratuita

Não é de hoje que a cidade de Santa Maria-RS é um grande berço de bandas da região central do estado. E dela, nasce a gaúcha Velha Cortesã. A banda surgiu em agosto de 2013, com a intenção de unir pessoas com os mesmos gostos, e o interesse em fazer música. A Velha Cortesã é influenciada pelos clássicos dos anos 60 e 70 do Brasil, bem como pelos clássicos do Rock Britânico desse mesmo período. Porém, nem só de velharia que banda respira, pois a influência de tendências atuais está no trabalho, na sonoridade e nas letras, que falam de seu tempo. É a narrativa da vida de cada um dos membros e da própria banda.




No início de dezembro de 2016, a Velha Cortesã lançou seu primeiro trabalho de estúdio. O EP "O Show do Mundo" contém 05 faixas e foi produzido por Leo Mayer, em Santa Maria. As artes são da Vivi Costa e o EP ainda conta com a participação especial de Luís Silva no saxofone na música Adelaide. Além dessa canção, que abre o EP, O Show do Mundo segue com Velho Soldado, Fuga do Gato, Nostalgia e a música que dá nome ao trabalho, Show do Mundo.

João Pedro (vocal e guitarra), Guilherme Gabbi (guitarra), Vagner Funck (baixo) e Felipe Hoppe (bateria) formam uma representante do rock independente contemporâneo do coração do estado.

O EP de estreia da banda está disponível no YouTube:




SIGA VELHA CORTESÃ



OUÇA VIA SPOTIFY

22 março, 2017

Maestrick: música do novo disco reúne participações de músicos de quatro países das Américas

Cinthia Santibañes, vocalista do grupo Crisalida que é atração do Lollapalooza Chile 2017, está entre as convidadas especiais de "Espresso Della Vita: Solare"

Falta pouco para o grupo de rock/metal progressivo Maestrick finalizar as gravações de seu novo disco de estúdio, "Espresso Della Vita: Solare". O novo trabalho será sucessor do aclamado álbum de estreia, "Unpuzzle!", e do EP "The Trick Side Of Some Songs" que o grupo lançou recentemente reunindo versões para clássicos dos Beatles, Yes, Jethro Tull, Pink Floyd, Queen e Rainbow.



Previsto para o segundo semestre, "Espresso Della Vita: Solare" é a primeira parte de um disco duplo conceitual e traz uma observação da vida humana na perspectiva de uma viagem de trem. O disco tem a produção de Adair Daufembach (Project46, John Wayne, Hangar) que também é o encarregado de gravar todas as guitarras do álbum.

Uma das faixas do novo álbum chama-se “Hijos de La Tierra”, um hino de amor a natureza e de respeito pelas Américas. Considerando sua abordagem conceitual, a banda naturalmente sentiu a necessidade de convidar alguns amigos para participarem da faixa. Ao todo serão sete músicos de quatro países diferentes das Américas do Norte e Sul: Cinthia Santibañes, vocalista da banda Crisalida do Chile, dividindo os vocais principais; Ana Barajas, do grupo Nova Orbis da Colômbia nos backing vocals; Alonso Herrera Zelaya da banda Flor De Loto do Peru também nos backing vocals; Pablo Alayza, também do Flor De Loto, tocando flauta, e por fim os três integrantes da banda norte-americana Sunrunner, Joe Martignetti, Ted MacInnes e David Joy, todos fazendo backing vocals.

De acordo com o vocalista e pianista Fábio Caldeira, todos os convidados trazem laços naturais com o conceito da música e com a própria história do Maestrick, uma vez que são músicos próximos, amigos feitos na estrada.

“Nós convidamos alguns amigos muito talentosos que conhecemos na tour do "Unpuzzle!. A Cinthia é uma das minhas cantoras preferidas e a banda dela, a Crisalida, é uma das maiores do Chile. Eles foram premiados no ano passado como melhores artistas do ano no estilo Rock. Este mês eles também tocam no Lollapalooza Chile junto com o Metallica. Então é uma grande honra tê-la no Espresso Della Vita: Solare. O Alonso e o Pablo são de uma banda peruana que também foi premiada esse ano, a Flor De Loto. A Ana é uma cantora muito talentosa da Colômbia e tem uma voz muito particular também. Sou muito fã da sua voz e da sua banda Nova Orbis. E por último o Sunrunner, que são três amigos que fizemos no final do ano passado, dos Estados Unidos. Tivemos a honra de dividir o palco com eles no último show da tour e aproveitamos para convidá-los também para termos um representante da parte Norte da América.”

Um vídeo com trechos das gravações que Cinthia Santibañes realizou no Chile para “Hijos De La Tierra” foi disponibilizado no canal oficial do Youtube do Maestrick. No mesmo vídeo, Fabio Caldeira comenta um pouco mais sobre a participação da cantora do Crisalida:




"Espresso Della Vita: Solare" será lançado em 2017 em data a ser divulgada. Novas informações sobre outras participações especiais, capa e tracklist também serão divulgadas em breve.

Mais Informações:
www.maestrick.com.br
www.facebook.com/maestrick
www.twitter.com/maestrick
www.youtube.com/maestrickofficial

Press Release e Gestão Cultural:
Eliton Tomasi - SOM DO DARMA

Entrevista: Duda Calvin (Tequila Baby)

E mais uma vez, O Subsolo foi além e entrevistou esse cara que é uma lenda viva do Punk Rock brasileiro. Com vocês: Duda Calvin, do Tequila Baby, saca só!





Fala Duda! Para O SubSolo é um prazer estar entrevistando uma lenda viva do Punk Rock brasileiro. Cara para começar, vamos com uma bomba, uma conversa que tivemos uma vez, você me disse que praticamente és de Imaruí/SC. Ainda tens parente lá, como foi parar no Rio Grande do Sul?
Duda Calvin: Minha Família é de Imarui e Ribeirão do Canguiri, meu Pai tinha que escolher ir morar em POA ou Joinville para trabalhar nos anos 70, e por isso nasci em POA, poderia ter nascido em Joinville.

E depois de chegar ao Rio Grande do Sul, como foi teus primeiros passos na música até formar o Tequila Baby?
Duda Calvin: Comecei a tocar em 1989/90 tocando Ramones, só ensaios, depois fiz alguns shows, mas música mesmo foi com a Tequila Baby em 1994

Cara, vocês investiram em composição desde o começo ou começaram com covers? Quais foram as dificuldades encontradas neste inicio?
Duda Calvin: Começamos tocando covers, principalmente Ramones. Depois compondo bem aos poucos e só depois shows. O engraçado é que nunca pensei em gravar, ter discos, tocar com as bandas e nos lugares que toquei, a música foi acontecendo e tomou a proporção que é hoje.

Hoje a gente pode contar com uma legião de fãs tequileiros. Imaginava que o Tequila Baby chegaria nesse auge que se encontra hoje?
Duda Calvin: Claro que não, entrei na música para me divertir com amigos, as coisas foram acontecendo, fico bem feliz, mas nunca pensei que isso iria acontecer.

Eu amo a música "Velhas Fotos", para mim é disparado a que mais alavancou. Mas gosto é gosto, qual a música mais importante do Tequila para ti e qual tu mais gostou de compor?
Duda Calvin: Mais importante acho que foram Velhas Fotos, Sexo, Algemas e Cinta-Liga, 51, Neguye, puxa tem tantas... a que mais gosto de ouvir? Mulher Problema.

Um assunto um pouco delicado: vocês estão tocando por todo o canto até os dias de hoje. Como você vê o cenário musical hoje? Pode nos indicar algumas novas bandas que você gosta?
Duda Calvin: Eu gostaria de ouvir novas bandas com letras afudê, energia e pegada pra fazer a garotada se divertir pra caralho, mas a galera hoje tá mais na onda de compor musica introspectiva, queria conhecer bandas novas, bacanas , malucas e com letras e músicas boas, mas boas mesmo!

Podemos esperar mais um disco em breve do Tequila? Já tem novas músicas compostas?
Duda Calvin: Sim, este ano, tem músicas novas. Aguardem as novidades!

De que forma tu achas que a internet facilita a vida dos artistas?
Duda Calvin: Divulga mais, chega em lugares longe onde uma divulgação convencional não chega, isso é bom, só que tem que divulgar bem.

O SubSolo: Duda, obrigadão cara... Que prazer entrevista-lo, tu és sensacional. Tem como deixar uma mensagem para os leitores?
Duda Calvin: FEITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!! Cantem mais, pulem mais, suem mais e enlouqueçam mais, por favor, a nova geração prefere ficar filmando do que fazer a ação, eu quero AÇÃO!!!


SIGA O TEQUILA BABY




21 março, 2017

Decolle: divulgando mais uma música antes do lançamento oficial do primeiro álbum

A banda de Pop Rock de Orleans, Santa Catarina, Decolle lança mais uma música antecipadamente ao álbum de estreia que tem previsão de lançamento nesse primeiro semestre de 2017.



A música "Utopia Reversa" traz uma explosão de riffs e bons vocais, lançada junto de um lyric vídeo criada pelo já conhecido artista, Rhamon Soratto. Contando com um bom vocal e alguns breaking down muito bem sacados, a música traz a sonoridade já imposta pela Decolle em outras músicas, o Pop Rock inspirado em músicos como Humberto Gessinger, sua maior inspiração.

Confira:


Jackdevil: anúncio da turnê europeia

A banda que vem da Ilha do Amor (apelido carinhoso dado à São Luis - MA) teve início em 2010. André Nadler (vocal/guitarra) e Renato "Speedwolf" (baixo) começaram o projeto já criando suas próprias composições, inspiradas nas grandes bandas de Heavy, Speed e Thrash Metal dos anos 80, com pitadas da NWOBHM (New Wave of British Heavy Metal). O som é, desde então, empolgante, veloz e agressivo, ainda que carregado de melodia e técnica.
A discografia da Jackdevil é composta por três álbuns: "Unholy Sacrifice" (2014), "Evil Strikes Again" (2015) e "Back to Garage" (2016); este último sendo uma compilação que traz as faixas da Demo "Under the Satan Command" (2012) e do EP "Faster Than Evil" (2013). 
Na última segunda-feira (20), a Jackdevil divulgou em sua página no Facebook a turnê intitulada "Satan Command European Tour".
Acompanhe abaixo o texto de divulgação na íntegra, que mostra muito sobre a personalidade bem humorada da banda: 
"Era uma vez... quatro sapos feios que moravam no brejo do reino de Tão Tão Distante e sonhavam em tocar no evento mais importante da cidade: o Baile do Velho Continente promovido pelo rei. Após cinco anos de batalhas contra dragões ferozes, javalis selvagens e até contra o grande Lobo Mau, os sapinhos infernais se depararam com um bruxo malígno que era dono de uma agência européia de shows chamada On Fire Agency e este os deu um pó mágico que, segundo lendas antigas com que todos os sonhos de seus usuários se tornassem realidade.
Os quatro sapos cururus cheiraram o pó de 'pirlimpimpim' e se transformaram em príncipes lindos e conseguiram conquistar uma viagem encantada rumo à Europa para tocar no Grande Baile do Velho Continente em várias outras festas comandadas por fadas super poderosas, ao total de 15 festivais fantásticos.
Vale destacar que após alguns testes, o sapão Fernando 'Hellboy' Moreira assumiu as baquetas do conjunto fabuloso dos sapinhos da Jackdevil e será ele quem comandará a cozinha musical durante a 'Turnê Mágica Misteriosa' que atravessará 5 países diferentes da Europa.
Agradecemos às empresas Acústica Studio, Onery Luthieria, Giro Musical, Cronos Entertainment, Phillip Rocha Tattoo, Galeria 44 e Rogério Sousa Fotografia que tornaram este belo conto de fadas realidade. E de forma especial ao renomado condado da gravadora Urubuz Records, que sempre apoiou este devaneio.
O nosso metal nunca morrerá, do Maranhão para o mundo!"

A imagem pode conter: 4 pessoas, texto

A materialização deste sonho da maranhense Jackdevil, que já é referência no Thrash Metal nacional, se configura também como um grande motivo de orgulho e inspiração para os fãs e membros da cena underground. É incrível ver uma banda brasileira conquistar o Velho Mundo! 
Por último, mas não menos importante, gostaríamos de parabenizá-la pelo talento inegável e, principalmente, pela perseverança. Vocês merecem! Ficamos torcendo daqui para que tudo ocorra da melhor maneira possível e que esta turnê seja a abertura de muitas outras portas para a banda. 

UP THE DEVILS!

ACOMPANHE A JACKDEVIL

20 março, 2017

Metal Etílico: programa estreia em grande estilo

O programa gaúcho Metal Etílico voltou ao ar, e logo com transmissões pela Mutante Mecânica rádio, No Mundo do Rock Web Rádio, Cangaço Web Rádio e Necropsya Web Rádio. Espalhado pelas mais variadas sintonia o programa levou ao público muitas informações e o mais variado set list, sendo dos clássicos ao mais recente, nacionais ou internacionais.




Principal destaque da noite, foi o lançamento do EP da banda de Santa Maria/RS, Triturador, que fará seu show de estreia ainda neste mês. O programa teve sua estreia acima do esperado e busca cada vez mais vingar, divulgando a cena Rock N' Roll pelo Brasil. A estreia do programa está no fim desta matéria, destacando que você pode sintonizar o programa aos domingos, a partir das 21h.

O programa abre as portas para as bandas que buscam espaço na cena pelo e-mail: metaletilico@gmail.com.

Facebook do programa: https://www.facebook.com/metaletilico/
 

Podcast do primeiro episódio:


Menores Atos: depois de 3 anos sem novidade, banda volta com videoclipe inédito


Depois de ter lançado seu disco de estreia Animalia (2014) - um dos melhores discos brasileiros dos últimos anos - a banda carioca finalmente volta a aparecer. 

Seu mais novo single "Pressa" ganhou um grande videoclipe, tão obra de arte quanto a música. Dirigido por Thiago Calviño, a nova música nos dá uma certa ansiedade pros próximos trabalho da banda, que certamente estão por vir. 


A faixa estará presente na coletânea Flecha Discos Vol. 1, que será lançada em Abril em um show no Hangar 110 que reunirá bandas do selo como Zander, Bullet Bane e Chuva Negra.




Pra você que é fã de uma das maiores bandas brasileiras, confira o videoclipe de "Pressa". E deixamos claro, que sairá uma entrevista com o Menores Atos até o fim de março.


ASSISTA "PRESSA"


SIGA MENORES ATOS
Postagens mais antigas → Página inicial