11 outubro, 2015

[PARCEIRO] - A HORA HARD

A MAIS DE 10 ANOS, DANDO OPORTUNIDADES A BANDAS...


Dando continuidade a matérias sobre os parceiros do "O SUBSOLO", hoje vamos falar sobre um DINOSSAURO da mídia local catarinense, A HORA HARD, mas vamos mais do que apresentar e sim prestar uma homenagem...

Como começou A HORA HARD?


O programa iniciou seus trabalhos na rádio Dce-Unesc 95.5 Fm em 25/05/2004. 

Dentro da UNESC no espaço do DCE o programa por muitos anos permaneceu no anonimato. Em 2011 teve seus programas semanais gravados em hd e postado no www.youtube.com/ahorahard e assim ampliando ainda mais sua rede de ouvintes, estes muitos já amigos mais que desconheciam por falta de propaganda. 

Ganhou esta nomenclatura, pois o gênero musical escolhido como cerne seria o Hardcorepunk/hardrock. Com programas semanais com uma hora de duração o programa ganhou ouvintes (estes assíduos amigos) rapidamente, que sentiam carência de ouvir determinadas bandas no rádio. Com o auxilio de dois ajudantes, um tocador de cd, três microfones, um computador com internet e um espaço muito reduzido o programa terminou o ano de 2004. De 2005 a 2006 várias tentativas de inserção de quadros, vinhetas, participações de bandas e aumento de ouvintes não resultaram em muita diferença. A partir de 2007, um pouco mais maduro e com integrantes de bandas conhecidos nos shows undergrounds de Criciúma e região nasceu a ideologia do programa: “Atitude para viver! Viver e morrer para o cenário underground, entrevistando e valorizando o que é daqui”.

Ainda em 2007 as primeiras entrevistas ao vivo foram realizadas, já no novo e atual espaço do Dce-Unesc, o locutor ancora do programa e coordenador de comunicação do Dce-Unesc revitalizou as aparelhagens dentro e fora da rádio, com o conserto da antena de transmissão, a renovação de computador, microfones, pedestais, afiação, caixas de som da rádio-corredor e inicio de transmissão on-line partida da central Dce. Em 2008/2009 o programa teve uma linha mais direta com seu público alvo, com entrevistas, vinhetas, quadros e temas semanais, ouve uma grande evolução sonora, algumas lojas comerciais já comentavam, participavam e apoiavam semanalmente com brindes, em 2010 A Hora Hard mesmo contando com a mesma estrutura básica do Dce teve mais uma inovação, os primeiros convites para cobrir eventos de rock em Criciúma, já que o locutor ancora fundou o M.P.P.Hc (Movimento Pro Punk Hardcore) em uma rede social onde divulgava datas, locais e idéias dessa tribo urbana. 

No fim de 2010 uma última entrevista com uma banda teve de ser remarcada para o ano seguinte, com a pretensão de pagar a divida e encerrar assim a trajetória de muita música, entrevista e amizades, porém um dos integrantes desta banda gravou todo programa com uma câmera de alta definição para postar no site de vídeos www.youtube.com/ahorahard, logo após o encerramento os contatos via rede social na internet pediam para que o programa continuasse. 

Conversando com o autor da gravação foi criado uma planejamento de entrevistar bandas para todo ano de 2011, incluindo: Aumento de profissionais com divisão de trabalho, todos os programas gravados, editados e postados para visualização pública. 

A Hora Hard chegou a um patamar nunca imaginado, chegando ao limite máximo que a rádio Dce-Unesc 95.5 fm poderia oferecer, os comentários durante a cada semana após as entrevistas (na rádio como também nos eventos) de alguns integrantes e ouvintes eram de que A Hora Hard estava pronta para trilhar novos ares, e voltou ao vivo todos domingos das 19-21h com PROGRAMA ROCK N SHOW na Radio Cidadania 104.9 fm de Içara por 5 meses. 

Hoje tem números expressivos (para uma mídia independente) como:

50.000 visualizações no youtube; 
Mais de 3.500 amigos no facebook;
Mais de 630 seguidores no twitter;
Mais de 800 seguidores no instagram;

Organizador de muitos eventos a fim de manter o seu lema
A HORA HARD, VALORIZANDO E ENTREVISTANDO O QUE É DAQUI

Homenagens e opiniões 





A HORA HARD, na visão dos FANZINES AMIGOS PUNKS:

- A HORA HARD É um pilar cultural com 11 anos de atuação. Principalmente para aqueles que precisam de espaço e não tem apoio da mídia "popular". A hora hard é um espelho de mídia independente a ser seguida por cada um que pense em movimentar algo. Mesmo que seja "do underground ao emo", além de que, A HORA HARD é simplicidade, realidade e amizades é tudo que você deseja saber sobre as bandas que entrevistam. - Afirma Fernando Cardoso.



Russo, com o manto da MotorCocks.
- A HORA HARD para a The MotorCocks é como uma luz no túnel. Quando ninguém da importância, acredita ou simplesmente da um apoio, eis que surge a luz! A HORA HARD é a nossa hora, é a hora de mostrarmos nosso serviço e o porque estamos aqui, mostrar que mesmo desacreditados pela grande mídia, há pessoas que valorizem nosso esforço, tempo, trabalho! Vida longa a A HORA HARD, pois não só nós, mas também muitos outros que ainda estão por vir, precisam desse apoio, dessa luz, da sua hora! - Frisa o entusiasmado Lucky 8, Vocalista da The MotorCocks


 Headphone sobre a A HORA HARD:

- A A HORA HARD é um grande apoio para as bandas do nosso cenário underground, sempre apoiando e divulgando o que é daqui sem esperar nada em troca. Uma mídia que trabalha para ajudar a galera do rock e grande parceira da headphone rock clo. - Disse Daniel Fernandes.





6º Doctor "Russo"
 - Nos conhecemos via internet, para ser mais exato no facebook e lá trocamos mil e uma ideias, foi ai que descobrimos que Russo, na verdade é Imbitubense da terra natal da Doctor e foi ai que trocamos muito mais ideias do que já havíamos trocado. Naquela época a Doctor tocava apenas cover, foi então que o Russo disse "ta na hora de compor, PORRA", hahaha e com esse incentivo e divulgação sobre nós no facebook da A HORA HARD, Youtube e toda as redes sociais que o acompanham nós começamos a nos dedicar mais ao nosso trabalho próprio foi o empurrão que precisávamos, finalmente alguma mídia nos dava atenção e nos incentivava. Hoje o Russo é o 6º Doctor, sempre que possível sobe ao palco conosco e já tem até uniforme haha.. Somos gratos por todo o trabalho da A HORA HARD em cima das bandas independentes, eles realmente fazem sem pensar em receber algo em troca e isso é algo inexplicável, é uma mistura de simplicidade, humildade, carisma e caráter, o cara é um monstro! - Afirma Maykon Kjellin, idealizador de O Subsolo e também baterista da Doctor Jimmy.




A HORA HARD, ENTREVISTA THE MOTORCOCKS COM PART, DA DOCTOR JIMMY

São de pessoas assim, que o mundo precisa, pessoas com iniciativa e que fazem o bem sem intenção de receber algo em troca. A HORA HARD é um exemplo de persistência e dedicação as bandas independentes. OBRIGADO A HORA HARD, OBRIGADO DANIEL RUSSO.
SIGA A AHORAHARD!
PERFIL FACEBOOK / PÁGINA FACEBOOK / YOUTUBE / TWITTER / INSTAGRAM 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário