25 novembro, 2015

[RESENHA] - CHAOS PUNK FESTIVAL 2015



De volta as origens, obrigado Chaos Punk Festival 2015!


7 de novembro de 2015, essa data ficou marcada para algumas pessoas, especialmente para mim. Há tempos (quando digo isso, quero dizer anos, longos anos) não tinha oportunidade de ir a shows do meu estilo preferido de música, o Punk Rock e suas vertentes.

Pois bem, a noite começou com cervejas e uma boa conversa (o que mais tarde iria se tornar grandes amizades). Céu nublado, ameaça de chuva e algumas pessoas na porta foi o suficiente para deixar a todos preocupado momentaneamente, digo isso, porque foi só tocar o primeiro RIFF de guitarra e a escadaria do bom e velho Matriz estava cheio de Punx, Trad Skins, OI! e apreciadores daquele gênero musical, bebendo, fumando, conversando e cantando... Aquilo foi o suficiente para reacender a chama que havia guardado há anos.


A primeira banda a subir no palco foram os Dumboyz, os belorizontinos fizeram a casa balançar com suas músicas bem humoradas, no melhor estilo skate punk/pop punk. Com letras descontraídas e sempre simpáticos no palco, foi o convite perfeito e uma demonstração que aquela noite, não seria só mais uma noite em BH.

Fim do primeiro show, hora de reabastecer de cerveja e de muita conversa frente ao bar, quando de repente ouvimos uma gaita de fole passar entre nós e seguir para o palco. Bastante curioso, segui com a multidão para frente, onde se encontrava o restante da banda, foi quando a banda The Mcminers jogou gasolina em nossas chamas. O melhor do Irish Punk Rock! A banda de Belo Horizonte fez bem e bem feito, todos pulavam, dançavam, bebiam e até cuspiam cerveja e para finalizar, contaram com uma participação especial do irlandês Karl Mooney.
Na sequência foi a vez da banda Não Há Mais Volta, banda de sampa com uma pegada Punk Rock/Hardcore com letras fervorosas e de protestos, com o que fez tirar muito suor e gritos cantados de muita gente ali presente.





Não deu tempo nem para retomar o fôlego, quando The Bombers entraram explodindo tudo. A banda de Santos teve uma presença de palco impressionante, além de agitar bastante todos naquela noite com seu Punk/Ska na melhor pegada californiana. Entre um refrão e outro, cervejas brindando e punho erguido, olhei para o lado e percebi sorrisos sinceros, olhares verdadeiros e amizades duradouras que só queriam se divertir.




Para fechar com chave de ouro, os Vulgaris já entraram colocando a casa abaixo, aquele puro Hardcore de BH. Deixaram a certeza que quem foi não se arrependeria, mas quem não esteve presente ficaria com água na boca. Foi assim que se encerrou a noite, não uma noite qualquer, mas a noite em que pude voltar ao passado, as origens, obrigado Chaos Punk Festival e até o próximo mosh!!


CHAOS PUNK FESTIVAL É ORGANIZADO PELO EFEITO COLATERAL
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário