09 dezembro, 2015

[ENTREVISTA] - GODZORDER



Dia 04/12 foi o show de lançamento do EP “Obey” da banda Godzorder, juntamente com o Project46. Foi um show denso, pesado e agressivo, digno de elogios, o espetáculo foi massacrante, uma verdadeira explosão cerebral. O Evento ocorreu na casa de show Aldeia em Jundiaí, localizado na Rua do Retiro – 279, organizado pelo METAL NO POMBAL, projeto cultura alternativa.

Godzorder destruiu os neurônios de quem estava presente na noite, com um show de extrema qualidade. Agressividade, sentimento, revolta, essas foram as sensações de quem estava la. 

"Fiz minha parte, ganhei um novo hematoma e terminei de ficar surdo, devo reclamar ? claro que não, só agradecer a banda pela noite animal e devastadora"


Formação:
Rafael Barba - Bass & Vocals 
Marco Mingote - Drums 
Gustavo Salles - Guitars 
Andre Fernandes – Guitars


·         Entrevista


O Subsolo: Hoje presenciamos o lançamento do EP "Obey", o que esperam daqui pra frente ?

Godzorder: (Marco Mingote) Cara, o próximo passo agora é divulgar o quanto mais, expandir mais o nosso trabalho. A gente conseguiu algumas parcerias também, de selos e tal, e a ideia agora é tocar em festivais, tentar entrar na cena de São Paulo Capital que a gente ainda não conseguiu, e algumas outras regiões, ta rolando convite para a gente tocar na região do Sul e no Nordeste.

O Subsolo: Como foi lançar o trabalho de vocês com uma banda bem conceituada como o Project46?

Godzorder: Cara, foi super legal e ao mesmo tempo foi algo inesperado, porque estávamos criando um plano para fazer esse lançamento, e por acaso rolou o convite da produtora e caiu no mesmo dia com o Project, foi perfeito, até mesmo pelo público, que chega mais próximo do nosso som, e assim é bem mais fácil de se identificar. Foi algo muito bom  dividir o palco com eles, já é a segunda vez que tocamos juntos.

O Subsolo: O que podemos esperar do Godzorder para 2016?

Godzorder: Para 2016 vai ter muito “trampo”, porque infelizmente temos que fazer um trabalho de “formiguinha”, indo devagar, até mesmo porque vai dinheiro, tempo, porém nosso foco principal mesmo é expandir para todas as regiões do Brasil. Tem uma rádio que ta rolando nosso som pela Europa, vai ter bastante coisa para acontecer em 2016.

O Subsolo: Qual a sensação de estar fazendo um show e sabendo que o público está curtindo o seu trabalho próprio?

Godzorder: Não tem sensação melhor, porque é um som que quando você está criando, não é algo “Absurdo” ou sei la, algo mecânico, você faz realmente com o coração e com a alma, do jeito que você esta se sentindo, da melhor forma possível de expressar sua ideia. Quando você faz o som e a galera se identifica com aquilo que quis passar, não tem coisa melhor, identificar com sua ideia que surgiu do nada, é surreal.

O Subsolo: Hoje, qual a maior dificuldade de enfrentar o cenário da musica atual ?

Godzorder:  A maior dificuldade que a gente está encontrando realmente são algumas oportunidades, que infelizmente por mais que estamos tentando, batendo na porta, ainda ninguém deu tanta credibilidade ao nosso trabalho, deixando mostrar o que realmente sabemos fazer. A maior dificuldade é essa mesmo, e o tempo que é difícil, o cara chama la do Nordeste e muitas vezes não tem como largar tudo rápido assim, sem ter um planejamento para poder ir la e fazer. 
E viver da musica é muito difícil, porque você cai naquela de divulgar seu trabalho, e de cachê teria a passagem e alimentação, não um valor X para se manter, sobreviver daquilo.

O Subsolo: Agradecemos a oportunidade de terem nos recebido. Poderiam deixar uma mensagem para os leitores do blog?


Godzorder: Nós que agradecemos, é até difícil e meio clichê falar isso que vou dizer, mas todo mundo que fala: Quero ter uma banda, e sonha em ter suas próprias musicas, tem que persistir, tentar se identificar de algum modo para transmitir isso da melhor forma possível para o público. Agradeço todo mundo e "é nóis".





Equipe O Subsolo agradece:

Banda Godzorder

Marco Mingote
Bruna Chanchencow
Renato Gimli Sanson (Heavy and Hell Press)


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário