18 fevereiro, 2016

[SIOD] - ÓDIO DECLARADO À CULTURA NACIONAL


Sem rodeios, banda estreia com 'lyric video' de "esSIODio" 

"Esse ódio que eu sinto... Da cultural nacional... O país só se mexe... Depois do fim do carnaval!"

Essas são as estrofes iniciais da música "esSIODio" da banda paulista de metal Siod. A mensagem é simples e direta e não poderia vir num momento mais apropriado: em meio a um processo de impeachment, o país assiste de camarote ao maior escândalo de corrupção da história sob as sombras de uma crise econômica.

Não passa de atitude reacionária quando algumas bandas de rock e metal preocupam-se exclusivamente em agradar o público e fazer sucesso.
Na contramão desse comportamento, a banda Siod foi formada em Avaré/SP no ano de 2013 e traz enraizada, tanto em suas letras como músicas, o espírito questionador e confrontador originários do rock.

Atualmente composta por Umberto Buldrini (vocal/guitarra), Fabiano Gil (baixo) e Caio Fernando (bateria), o trio tornou-se conhecido do público paulista através dos diversos shows que realizou pelo interior de São Paulo, incluindo a participação na Virada Cultural Paulista e apresentações ao lado de bandas de destaque como NervoChaos, Oligarquia, Worst, D.I.E., Confronto, entre outros.

Tão objetivo quanto a letra da música, Umberto Buldrini faz questão de pontuar onde começa e termina "esse ódio contra a cultura nacional". 

"Não odiamos nossa pátria ou nosso povo. Nosso ódio é contra essa sociedade que esquece os problemas (corrupção, doenças, falta de médicos, doutrinas exacerbadas) em datas festivas, como se nada tivesse acontecendo, e vive num mundo paralelo, levando suas atitudes a contribuírem com o regresso."

Cínicos, os músicos propositalmente agendaram a estreia oficial do Siod no mercado fonográfico lançando o lyric video de "esSIODio" "depois do fim do carnaval".

O vídeo já está disponível no canal oficial da banda no Youtube: 

A faixa "esSIODio" fará parte do disco de estreia de mesmo título que a banda lançará ainda no primeiro semestre de 2016.





FONTE: SOM DO DARMA


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário