25 junho, 2016

Higher: integrante da banda, entra para a primeira orquestra de rock brasileira


Queen, Led Zeppelin, AC/DC, Rolling Stones, Deep Purple, Kiss, Metallica. Essas e outras grandes bandas do rock mundial estão no repertório da Orquestra Arte do Bem, a primeira orquestra rock do Brasil.

Sob regência e arranjos do maestro Martin Lazarov, a orquestra foi formada em 2015 e vem realizando apresentações exclusivas - quase sempre sold-out - e também alguns shows ao lado de grandes ícones do rock nacional como Titãs, Jota Quest e Skank.
São cerca de 30 músicos de formação clássica - cordas, sopro, percussão - além da seção rítmica com guitarra, baixo, piano, bateria e vocal.

Quando não está nos palcos com o Higher, Gustavo Scaranelo comanda as seis cordas nas apresentações da Orquestra Arte do Bem.
De acordo com o guitarrista, as diferenças entre os shows do Higher e com a orquestra vão além das óbvias.

"Tocar guitarra com a orquestra é desafiador. Muitas vezes a guitarra precisa soar como um dos instrumentos típicos de uma orquestra, e por vezes precisamos oferecer exatamente o elemento que difere a guitarra rock desses instrumentos. É muito importante saber discernir quando atuar de acordo com cada uma dessas características. Confesso que a sensação é maravilhosa e que sinto-me privilegiado por essa oportunidade. Poder tocar clássicos do rock com uma orquestra, num projeto sério e super bem produzido, é indescritível! Acredito que todo guitarrista gostaria de passar por isso um dia. Mas não posso dizer que com o Higher minhas alegrias são menores, tocar a própria criação num palco é essencial para qualquer artista".

Todas as apresentações da Orquestra Arte do Bem são beneficentes e a renda revertida ao Centro Infantil Boldrini, entidade que atende crianças e adolescentes com câncer e doenças do sangue.

Abaixo, trecho da memorável apresentação do último dia 12 de Junho em Campinas/SP, durante o solo de Gustavo Scaranelo em "Burn", do Deep Purple:


SOBRE O HIGHER

"Nove canções perfeitas" (Metal Samsara);  "Surpreendente" (Portal Reidjou); "Som único" (Galeria Musical); "Pesado e criativo, difícil de rotular" (A Música Continua A Mesma); "Indispensável" (Metal Revolution). Essas são algumas declarações que a banda de metal Higher recebeu na imprensa com seu disco de estreia autointitulado lançado em 2014.   

O resultado para um primeiro álbum não poderia mesmo ter sido melhor. Mas o momento de comemoração já passou e é chegado a hora do Higher voltar aos estúdios.
Cezar Girardi (vocal), Gustavo Scaranelo (guitarra), Felipe Hervoso (guitarra), Will Costa (baixo) e Pedro Rezende (bateria) já trabalham nas gravações do segundo disco que ainda não tem título definido, mas que trará um tema central conectando todas as composições.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário