21 julho, 2016

Resenha: Regress - Orkane


Demorou, porém finalmente chegou a resenha dessa incrível banda. Recebemos esse belo disco (Regress) repassado pelo grande Russo da A Hora Hard, e gostaria de agradece-lo e agradecer a banda também.

Orkane é uma banda formada em 2015 na cidade de Tubarão/SC, com uma sonoridade remetendo a grandes nomes do Thrash Metal da década de 80, como: Slayer, Metallica, Megadeth e influências de metal mais moderno. Banda é formada por Ramon Motta – Guitarra, Vocal Artur Zamberlan Jr – Bateria, Thiago Bitencourt - Guitarra Odione Soethe e Schlicklmann –Baixo.

O petardo no ouvido começa com a música Don’t Be a Fake Fighter Like Me, que apresenta um thrash metal feito com muita velocidade e melodias groovadas, o instrumental se comporta muito bem e o vocal soa como bandas renomadas no gênero, como: Metallica ou Machine Head, alternando em velocidade visceral e momentos bem cadenciados. Dando continuidade a pedrada com a faixa Sicky World, som robusto  e pesado, um thrash metal puro, rápido, invocado, seco e cru, linhas rápidas, vocais fortes e surrados, no meio da destruição da musica um lindo dedilhado ecoa e faz uma bela ponte, logo apos o caos retorna com um solo digno, continuando a musica.

3 A.M. não perde a essência e cumpre seu papel, riffs pesados caóticos e dignos, lembrando as linhas de bandas dos anos 80, vocal muito rápido, bateria veloz, tudo é muito propício para uma bebedeira sem fim. A faixa tem um refrão marcante e com uma melodia incrível e nada melosamente chata. Nuclear War, o próprio nome já diz, uma guerra nuclear de riffs e vocais que poderiam dizimar a raça humana. É uma musica muito rápida e massacrante, o que eu mais acho interessante são as melodias empregadas nas faixas, e os momentos mais insanos e rápidos, conseguindo alternar bem sua sonoridade, sem deixar massante ou monótono.

Outra faixa incrível é a Amuse Devil, uma das minhas faixas favoritas, música muito direta, sem frescuras, e lembra muito Metallica em sua época de ouro, com riffs rápidos e diretos, uma mensagem sem massagem. Finalizando o petardo sonoro com a musica Pissed Off, sem sair da linha das demais musicas, mantendo riffs interessantes, vocal fazendo o que sabe fazer de melhor, a velocidade sempre presente, as melodias tornando tudo mais legal, com certeza é um disco que eu indicaria à uma pessoa que curte Metal, musicas bem trabalhadas e legais de serem apreciadas, com melodias e passagens marcantes, Orkane fez um ótimo trabalho, apreciem sem moderação.


TRACKLIST
01 - Don't Be A Fake Fighter Like Me
02 - Sickly World
03 - 3 a.m
04 - Nuclear War
05 - Because You're Blind
06 - Amuse Devil
07 - Hopeless
08 - Corruption
09 - We Need To Show All The Truth

10 - Pissed Off

FORMAÇÃO
Ramon Motta - guitarra e vocal
Thiago Bitencourt - guitarra solo
Odione Schlickmann - baixo
Artur Zamberlan - bateria
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário