12 outubro, 2016

Resenha: Rolando Pedras - Da Caverna (2004)

Olá amigos que curtem um bom rock’n’roll, a banda DA CAVERNA mostra a cara de Florianópolis, além de representar muito bem o som do rock catarinense. Em seu primeiro álbum intitulado “Rolando Pedras” (2004), tem sua arte completamente ligada à banda, com sua capa estilo “pré-histórica” e o encarte engraçado e, ao mesmo tempo, compacto (ótimo para quem não gosta de perder tempo folheando para encontrar as letras das músicas).




O resultado da gravação e a sonoridade são impecáveis, mas o preço para você adquirir o disco é que chama atenção, não tem como não levar pra casa! Abrindo o CD está a música “Você Feliz”, uma balada que fala da alegria de viver com destaque para o refrão “quero ver você feliz, um sorriso bem de baixo do nariz”. O solo da guitarra instiga a ouvir todas as demais faixas. “Eu Esqueci” revela os pensamentos longínquos aliados com a falta do que fazer, sem deixar de notar o som da gaita de boca que cai muito bem. Logo em seguida, a terceira faixa “Eu Quero Ficar Com Você” tem a melodia que inquieta qualquer estudante e aborda as dúvidas e o desprezo juvenil. Suba na “Garupa” tem um puta som! Recomendo ouvir sempre no trabalho, nos estudos ou mesmo em casa quando estiver de bobeira. Deixe o tempo passar e fique com a cabeça livre de pressões e preocupações. 

A quinta música é a paulada e mais conhecida de todos. É a música que fala daqueles que tem uma vida “pelada” e dura (literalmente) e fazem do seu carro, no caso o fusca, o local mais apropriado para os momentos bons da vida. Aqueles que sempre arrumam um jeitinho de curtir a vida vão se identificar com “Fuck Fuck”. 

“Bota Aquele” é o som para curtir com amigos acompanhados de várias geladas, essa é a pedida! Do tipo anos 80, a banda põe o coração e deixa bem à mostra as influências nesta faixa. Perfeitamente elétrica é a próxima música, festinhas onde tudo pode acontecer e o que você mais quer é ficar “Muito Louco”! Uma doideira! As dez músicas vão passando e os trinta e três minutos criam um ambiente ainda mais hipnotizador com “LSD”, é nestas horas que você se pergunta: Oras, a vida é minha, não é? Então ouvindo este som você com certeza vai encontrar a resposta. 

DA CAVERNA encaixa a penúltima faixa “The Book Is On The Table” com uma letra totalmente gringa, fácil de entender quando se canta rock. Fechando o CD temos “Engordando No Sofá” que começa com a bateria demarcando o território. É um tapa na cara! Um daqueles protestos musicais bem-educados em frente a tudo que acontece ao nosso redor (querendo mesmo e mandar tudo pra PQP), é muito foda.

O mais importante de tudo é ver os três integrantes/irmãos (Vina, Vitor e Lelé) juntos no palco interagindo e contagiando a todos com esse som! 

Grande abraço a todos. 
Daniel “Russo” T. Jerônimo (Segunda-feira, 21 de abril de 2008).
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário