28 novembro, 2016

Resenha: Metal Über Alles - Older Jack (2015)

Santa Catarina já revelou muitos ótimos nomes do Heavy Metal e a cada banda nova que surge é uma nova surpresa positiva. A música pesada está cada vez mais em vista nas cidades mais ao Oeste e Norte do estado catarinense, sendo que estão surgindo bandas como: Retalliate, Deadpan, Redrazor e Soulthern, e já contamos com as consagradas Khrophus, Diemordiante, Atlantis, e Battalion por exemplo. Estamos literalmente em um mar de boa música e ainda por cima, pesada. Eis que recebo recentemente o álbum da Older Jack, banda de Pomerode/SC cidade colonizada por alemães. Alemanha e Heavy Metal? Vem coisa boa por aí.



A banda consegue agregar uma ótima produção as suas ótimas composições, sabem como unir tudo o que há de melhor em suas mãos e transformar em músicas interessantes. Não é atoa que antes de resenhar, dei uma lida em algumas resenhas e todas foram elogios para todo lado, um disco muito bem aceito pela mídia e pelo público headbanger, a sonoridade do Older Jack conseguiu entrar na playlist diária de diversos fãs do Metal, deixando muita banda grande no chinelo.

Logo nos primeiros segundos de audição me perguntei: "Estou ouvindo uma banda catarinense, ou uma banda alemã"? As influências alemãs nas veias do Older Jack é escancarado e só não vê quem não quer, não só pelo vocal cantado em alemão. Os toques típicos do Metal "germânico" são notórios em todas as faixas, até na que é apenas instrumental (uma grande sacada no álbum por sinal). Nascer e/ou viver em uma cidade colonizada pro alemães moldaram a forma dos músicos, tanto em suas vidas pessoais como obviamente em suas vidas profissionais, musicalmente falando.

O Older Jack não se priva ao Heavy Metal (não que isso fosse um problema), mas também demonstra pitadas do Rock 'n Roll clássico, sendo que facilmente é encontrado no disco músicas com bons riffs que grudam na cabeça. O que mais me chama a atenção no disco é o vocal, horas agudo outrora graves e sempre em destaque e evidência. As faixas mais destacadas do álbum são exatamente por conta do vocal, já de cara a abertura "Ön Und Blut", é de arrepiar as linhas vocais que por sinal tem um alemão muito fluente, algo que requer estudos e dedicação.

Todo álbum tem que ter o seu diferencial em meio a tantas faixas, eis que surge "Luft" a música instrumental que poderia ser considerada a "baladinha headbanger", pela questão de ser mais cadenciada do que as outros músicas apresentadas até então. O Older Jack demonstrou que sabe fazer músicas e prova a cada dia o motivo de estar sempre presente nos maiores festivais de Heavy Metal de Santa Catarina, a banda tem um brilhante trabalho em mãos, um ótimo disco que se fosse deste ano estaria concorrendo facilmente como melhores do ano.

TRACKLIST

01. Öl und Blut
02. Metal Über Alles
03. Fosa
04. In Namen das Geldes
05. Luft
06. Macumba
07. Wahnsinn
08. Das Ende

FORMAÇÃO

Carlos Klitzke – vocal 
Deivid Wachholz – guitarra
Hermann Wammser – guitarra
Cesar Rahn  – baixo
Bruno Mass – bateria

SIGA OLDER JACK 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário