19 março, 2017

Resenha: Kike Oliveira - Kike Oliveira (2016)

Muito bom quando vemos músicos conterrâneos lançando bons discos, o prazer ainda é maior poder falar de quem conhecemos e vivenciamos dia após dia. O Pop Rock é uma vertente que nunca morrerá, é de fácil acesso e é muito acessível a todos os tipos de estabelecimentos, muito procurado por produtores inclusive. Em Imbituba, litoral de Santa Catarina, o artista Kike Oliveira lançou seu primeiro disco auto-intitulado, sendo que o mesmo contém dez faixas de alto nível. 




As músicas são muito bem escritas e carregam dosagens do bom e velho Rock 'n Roll. os instrumentais muito bem encaixados se unem pra formar excelentes arranjos voltados a dar ênfase aos vocais, pois o mais importante que encontrei no disco é a mensagem em que as letram passam. As músicas de forma alguma são compostas com as famosas "encheções de linguiça", tudo aqui é dosado e tudo bem cadenciado e esbordando harmonia, desde as vozes até o solo de guitarra.

O que mais da gosto de ouvir nesse trabalho, é como o músico colocou todo o seu amor pela música sobre suas composições e a forma como consegue criticar a atual situação do Brasil sem ser agressivo, como expõe a faixa "Estou Tão Cansado" aonde fala algumas verdades sobre o motivo acima mencionado, o que demonstra a influência de Raul Seixas e Cazuza, pois é uma sonoridade muito "Jovem Guarda" em geral, lembrando bons nomes do Rock nacional que hoje são considerados lendas.




As guitarras são muito bem produzidas, a base traz uma pegada de Jazz que ao misturar com o restante dos instrumentos vai alternando entre o Rock, Reggae e MPB, as influências vão além de apenas Pop Rock e o músico mostra pegadas até do Grunge e do Blues, tudo aqui é sonoramente ouvível e a vontade de ouvir só aumenta, não é enjoativo e é um disco muito bem produzido, composto e criado, digno de aplausos para um músico sensacional. 

Notável que o trabalho é voltado para algo mais comercial, porém as características e influências são também adicionadas como temperos extras as músicas. Citando novamente a minha favorita do disco, a nona faixa "Estou tão cansado" (pode ser ouvida acima) é o reflexo dessa mensagem, um instrumental totalmente voltado ao comercial e uma letra de puro Rock 'n Roll, onde carrega frases de desabafo unindo-se a protestos. Típico músico que sabemos o quão interessante é acompanha-lo, pois com certeza nos trará novas obras de arte.

TRACKLIST
01- Fora do lugar
02- Não era pra ser assim
03- Cuidado
04- Guerra em vão
05- Linda
06- Seu jogo
07- Eu te adoro
08- Alto mar
09- Estou tão cansado

10- Final de ano
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário