05 março, 2017

Resenha: Live in Amsterdam - Pop Javali (2016)

Existe bandas que dispensam apresentações, ainda mais aqui n'O SubSolo é o caso do Pop Javali. Uma banda renomada e de ótimos músicos que a cada dia se reinventam para conseguirem seguir firmemente no cenário musical mundial. A jogada desta vez foi um álbum ao vivo em Amsterdam na Alemanha, contendo oito faixas de alto nível.



O que tem de semelhante ao outro álbum aqui resenhado, é que são músicas tipicamente originais, com a mesma vibe, feeling e pegada. O Pop Javali tem um time perfeito para executar e compor ótimas músicas, aparenta ter mais integrantes dentro do projeto simplesmente pela fácil demonstração de peso em suas músicas, a desenvoltura dos músicos é absurdamente assustadora.

Tudo dentro do álbum soa maravilhosamente impecável, cada sintonia é ouvida nitidamente, como se fosse gravados em estúdio. Para um álbum ao vivo a banda precisa estar muito bem sintonizada, pois erros podem devastar uma música, não é como em um estúdio que você grava e se precisar, poderá gravar novamente, aqui é uma única oportunidade de tocar a música e ela tem que sair perfeita. 

Sempre elogiei os vocais do Pop Javali, é uma mistura de vocal cadenciado, rasgado e agudo, muito bem empregado em meio aos riffs. O único detalhe que notei é que nas duas últimas faixas o vocal se encontrou um pouco cansado, talvez pelo número de shows feitos e pelas viagens exaustivas, mas o instrumental consegue cobrir sem deixar perceptível a ponto de atrapalhar o bom andamento do disco. Bom, para resumir é um disco impressionante, tanto tecnicamente como incrivelmente falando da originalidade das músicas, sendo que fiquei sabendo que um novo álbum já está em fase de gravação, quem segura o Pop Javali?





TRACKLIST
01 - Intro
02 - Road to Nowhere
03 - Free Men
04 - Lie to Me
05 - A Friend That I’ve Lost
06 - Wrath of the Soul
07 - Time Allowed
08 - I Wanna Choose


FORMAÇÃO
Marcelo Frizzo - baixo e vocal
Jaeder Menossi - guitarra
Loks Rasmunssen - bateria

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário