16 abril, 2017

Resenha: Blood Path - Terrorsphere (2016)

O Metal paranaense vem crescendo assustadoramente. Bandas como Tribal e Krucipha, puxam a fila de referencia de música pesada, agora é a vez do Terrrorsphere. Formada em 2014 na cidade de Londrina. O "Blood Path" é a sua estreia, lançado em novembro de 2016. O grupo é focado em um Death Metal matador com fortes influências de Slayer, e uma pegada única lembrando Sepultura e Soulfly. 




Tudo aqui é em extrema pancadaria, desde as guitarras a alguma palavra das vozes. Os solos de guitarra são muito bem conduzidos, ora melódicos outrora "fritaceira" sem destino, porém, tudo alinhado. Muitos riffs de guitarra e de baixo muito bem construídos, uma bateria muito bem conduzida e coordenada, deixando o "campo livre" para que o vocal faça a sua parte, sendo que o vocal parece um vulcão perto de entrar em erupção, como se algo tivesse pegando fogo na garganta e o obriga a cantar em fúria. 

Sobre as minhas faixas favoritas do disco, temos "Terror Squad" que é uma faixa mais reta, direta, objetiva, algo que se resume a chegar ao ponto. Já "Assassinos" que abre o disco, é uma faixa que lhe prende com as guitarras, te envolve e quase estoura os tímpanos com as linhas vocais. Quando vem a terceira faixa, "War Curse" temos a certeza de que ambos os guitarristas, nasceram para tocarem juntos, a harmonia que cruzam as duas guitarras, como cada uma completa a outra é absurdamente impressionante. Gosto muito do trabalho executado pelo baixista, junto do baterista, uma cozinha muitíssimo bem construída, solida, sem firulas e com um ótimo destaque. 

O Terrorsphere tem tudo para conquistar os headbanger's com esse disco, apesar de curto é muito bem elaborado. Quem gosta realmente de um Metal mais pegado e que mistura diversas técnicas, harmonias e não segue uma única linha de composição, esse trabalho é prato cheio. Estou com meus tímpanos zunindo, realmente é muita destruição para apenas seis músicas, mas começaram com o pé direito. Um disco de estreia é um cartão de visita e o cartão de visita do Terrorsphere é como chegar numa festa dando com os dois pés no peito do aniversariante. Vale a pena acompanhar o trabalho da banda!

FORMAÇÃO
Francisco Neves - guitarras
Udo Lauer - guitarras
Werner Lauer - baixo, vocais
Victor Oliveira - bateria

TRACKLIST
01 - Assassinos
02 - War Curse
03 - Terror Squad
04 - Blood Path
05 - Mind Control

SIGA TERRORSPHERE


Material recebido pela Roadie Metal.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário