08 maio, 2017

Cobertura: IV Razor Fest (Célula Showcase)

No dia 06 de maio de 2017 ocorreu a quarta edição do Razor Fest, um festival organizado pela banda Red Razor (Thrash Metal, Florianópolis). Segundo Igor Thiesen, que é baterista e um dos organizadores, o Razor Fest tem o objetivo de reunir amigos para tocar e fazer uma "festa" diferenciada. Nessa edição, as bandas convidadas foram: Fearless Woman (Curitiba/PR), Plunder (Lages/SC) e Syn TZ (Balneário Camboriú/SC). O local do evento foi a tradicional Célula Showcase, uma casa que conta com ótima estrutura física e de sonorização, inclusive foi a casa que recebeu todas as edições do Razor Fest até hoje.






Às 23 horas a casa abriu as portas, recebendo headbangers de várias cidades. A primeira banda a subir ao palco foi a Fearless Woman, que é formada unicamente por mulheres. As moças demonstraram toda sua atitude e conquistaram o público, com instrumental bem trabalhado e músicas autorais. O estilo musical varia entre Hard Rock e Heavy Metal. Os vocais e backing vocals são limpos e muito agradáveis. Ao final do show, o público pediu bis da música "Volúpia", que dá nome ao EP da banda. As garotas da Fearless Woman são mais um bom exemplo do underground, mostrando o poder das mulheres e sua participação ativa em todos os meios. Elas foram elogiadas pelas outras bandas e também agradaram muito o público presente no evento. A banda é formada por: Juliana Silveira (guitarra e vocal), Laura Castegnaro (baixo), Juliana Ignatowicz (bateria) e Marcele Faret (guitarra). O SubSolo teve oportunidade de entrevistar a vocalista e guitarrista Juliana Silveira logo após o show (em breve entrevista disponível n' O SubSolo).



A segunda banda a agitar o Razor Fest foi a Plunder, trazendo o melhor do Heavy Metal. O quarteto conta com dois ex-integrantes da extinta banda Mercenary Tales, sendo eles Thomas Antunes, na guitarra, e Max Rosa, no baixo, dois músicos experientes que se unem a André Braga, que comanda toda a força da bateria, e o jovem Will Anjos, que chama atenção com seus agudos, em um vocal tipicamente Heavy. A banda tocou excelentes sons autorais, além de covers de bandas como Megadeth, Black Sabbath e Iron Maiden. Com uma apresentação tão envolvente, é claro que o público pediu "mais uma" ao final do show, e o pedido foi atendido!



Syn TZ foi a terceira banda a pisar no palco do Célula Showcase na noite de sábado. A banda é formada por: Jay Heart (vocal), Marco Girardi (guitarra), Edu Beeck (baixo) e Wander Verch (bateria). No estilo Heavy Metal, eles agitaram o público com músicas enérgicas e pesadas. Durante o show, divulgaram o álbum "Heavy Load" e jogaram um disco para a galera. Também falaram a respeito do clipe de "The Decline" (que você confere abaixo). A banda demonstrou segurança e espontaneidade no palco. No encerramento do show, com a música intitulada "Headbanger", o vocalista desceu do palco e ofereceu o microfone a vários integrantes do público para que cantassem o refrão. O carisma e a interação da banda com o público são pontos fortes da Syn TZ.



Para encerrar honrosamente o festival organizado por eles mesmos, subiu ao palco Red Razor, portando toda sua energia, força e agressividade. Fabrício Valle (vocal e guitarra), Felipe Ferreira (guitarra), Gustavo Kretzer (baixo) e Igor Thiesen (bateria) certamente estavam à vontade em tocar nesse festival, no qual se sentem em casa. A primeira música foi "Napalm Pizza", que já é conhecida do público, aquela que todos cantam junto. Conforme prometido, durante o show foram apresentadas 6 músicas novas. O público foi presenteado com uma música inédita, chamada "The Sadist", a qual teve sucesso em sua primeira execução ao vivo. Essa composição se refere a um serial killer que ficou conhecido como "O Vampiro de Düsseldorf". As novas músicas da Red Razor têm vindo com uma proposta diferente do primeiro álbum, inclusive nas letras, porém a qualidade do som não se perdeu nem um pouco. Sobre as novas composições, o vocalista Fabrício Valle comentou: "Na verdade, as músicas continuam com a estrutura e os nossos elementos tradicionais, só adicionamos algumas referências extras de outros estilos que também gostamos, como Death, Black, Hard Core e Crossover". Apesar da boa aceitação das músicas novas, o público adora ouvir as clássicas "Alive" e "Wish You Were Beer", enquanto cantam junto o refrão. Ao apresentar a música "Born in South America", a banda se posicionou contra o movimento "O Sul é Meu País" e quaisquer demonstrações de xenofobia. Essa é mais uma característica da Red Razor, trazer alguns temas sociais às suas músicas. A apresentação da banda não poderia ter sido diferente! Muita entrega às músicas e muita energia emanando do palco, essa é uma marca registrada dos integrantes da Red Razor.


Às 04:00 horas o festival se encerrou e já deixou expectativa para uma quinta edição. O IV Razor Fest teve boa organização e foi concluído com sucesso! Uma ótima proposta e uma boa oportunidade de visibilidade para bandas do nosso cenário underground, que está lotado de talento e qualidade.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário