03 agosto, 2017

Resenha: Defender of Metal - Hellish War (2001/2017)

De certa forma é uma responsabilidade imensa receber em mãos um disco tão importante na história do Heavy Metal nacional. Hellish War está no cenário a mais de vinte anos e para comemorar o lançamento do "Defender of Metal" fez uma regravação neste ano de 2017. Confesso que já tinha ouvido falar do Speed Metal, ouvi algumas bandas que não me convenceram, mas só a introdução deste disco, me ganhou de primeira e assim, me prendeu a ouvir com mais atenção o restante do trabalho, que por sinal, é fantástico.



A velocidade e fúria do disco trazem pitadas de Power Metal, adicionando o tempero principal do Speed Metal o resultado não poderia ser outro, extraordinário. As músicas são envolventes e trazem a mesma pitada dos anos 80's, mesmo sendo uma regravação, o grupo procurou não tirar a essência do disco, ainda está com a cara de 2001, porém, com melhor produção. O vocalista Roger Hamer, infelizmente não faz mais parte da formação, mas deixou de presente essa excelente gravação, seus vocais retos, com ótimos timbres e técnicas apuradas, dão um brilho a mais a todo o trabalho.

Mesmo que não apresente nada de muito surreal, acredito que a forma como todos os músicos trabalharam juntos e de igual para igual, sem nenhum instrumento se sobressair sobre o outro, respeitando o destaque de cada um, tenha feito total diferença. Ninguém merece ter que ouvir aqueles discos que o baterista fica fazendo viradas a música toda, ou o guitarrista sole praticamente a todo momento, ou o baixista tente te empurrar slap's ou o vocalista tente alcançar notas altas a todo instante, não, aqui tudo é dosado no seu limite e quando o "time joga entrosado", o resultado é de goleada, esse disco é uma obra de arte sem igual.



Dessa vez conheci algo que só ouvia falar, Speed Metal tem uma verdadeira pegada old school, com doses de voracidade e técnicas. Gosto da forma como a bateria é distribuída em todas as músicas e os timbres dos pratos também me conquistaram, por falar em timbres, os da guitarra em sintonia com o baixo groovado dão um ar a mais nas músicas, quando mencionado como uma das bandas mais clássicas e conhecidas do Metal nacional dos anos 80's e 90's tudo se torna autoexplicativo ao ouvir este disco
e já estou ansioso para ouvir o outro que a Som do Darma me enviou.


FORMAÇÃO
Roger Hammer – vocais
Vulcano – guitarra
Daniel Job – guitarra
Gustavo Gostautas – baixo
Jayr Costa – bateria

TRACKLIST
01 - Into The Battle
02 - Hellish War
03 - We Are Living For The Metal
04 - Defender Of Metal
05 - The Sign
06 - Gladiator
07 - Into The Valhalla
08 - Sacred Sword
09 - Memories Of A Metal
10 - Feeling Of Warriors
11 - The Law Of The Blade

SIGA HELLISH WAR
FACEBOOK / SITE OFICIAL
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário