27 outubro, 2017

Tupi Nambha: renovando o Tribal Metal


Muitas vezes observamos bandas de metal da nossa cena partindo para canções em inglês, visando um mercado estrangeiro maior em busca do estrangeiro. E o que podemos pensar ao escutar uma banda cantando em tupi antigo?

Marcos Loiola (vocal) e Rogério Delevedove (guitarra) trazem a banda de Tribal Metal Tupi Nambha ao cenário com uma riqueza enorme de cultura em apenas um EP. Buscando resgatar a “língua mãe de nossa terra” e contando histórias em ritmo de Metal Tribal que, aos meus ouvidos, me leva mentalmente a um ritual tupi. O duo trouxe um disco fundamental, divisor de águas ao meu ver, pois até então não percebo outra banda que traga músicas bem ritmizadas, sem gutural e enquadrando super bem a língua com o instrumental. Bandas como Arandu Arakuaa, Tamuya Thrash Tribe e Voodoopriest, dentre outros, com certeza estão a mais tempo em atividade e tenho total conhecimento e respeito por estes mestres do gênero, e com certeza a Tupi Nambha chega junto com um EP muito bem elaborado e respeitoso a cultura.


Apresento um bom destaque para a faixa que abre o disco, a “Invasão Alienígena” que traz bem elaborado em resumo tudo aquilo que eu tenha digitado até aqui, e demonstra uma influência muito boa de Metallica, dentre outras.
Convidamos aos amigos para conhecerem mais sobre a banda em uma grande entrevista no programa Metal Etílico, domingo, a partir das 21h pelo www.mutantemecanica.com ou acompanhe pela page do Facebook, afinal, o programa vai ao ar em 9 emissoras: https://www.facebook.com/metaletilico/

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário