26 dezembro, 2017

Cobertura: Fatboo Metal Fest (Lages/SC)

O evento Fatboo Metal Fest, realizado no Estúdio Fatboo, reuniu quatro bandas catarinenses para agitar a tarde e a noite de sábado, dia 16 de dezembro de 2017. Com o calor atípico na serra catarinense, o fest reuniu em peso headbangers dispostos a curtir Metal underground.



Para dar o pontapé inicial do evento, a Dead Jungle Sludge que veio de São Joaquim, cidade vizinha. Muitos clássicos tocados e uma linha que ficava entre o Heavy Metal e o Grunge, alguns problemas em equipamentos que resultou na estranhesa de algumas músicas, inclusive na troca de afinação que ficava um barulho infernal, mas a presença de palco da garotada, foi fundamental para botar fogo no publico presente.

A segunda banda a ocupar o palco do Fatboo foi a Blood Eyes, que, como de costume, botou a galera pra bater cabeça. A banda que anteriormente tocava covers e músicas autorais, agora resolveu investir unicamente em suas próprias composições. Os meninos dão um show de técnica! O vocal enérgico do Will é uma peça que se encaixa perfeitamente no som da banda, alcançando um ótimo resultado. O público presente no festival lotou a frente do palco para acompanhar a apresentação da banda.

Logo em seguida foi a vez de receber os caras de Nova Fazenda/SC, que estiveram pela primeira vez em Lages. Dark New Farm é uma banda recém-nascida, que já mostrou ao que veio. Eles contemplaram o público com o som do New Metal. Mandaram covers de bandas que marcaram a adolescência de muita gente, como Linkin Park e Korn. Destaque para a música autoral “La Patria! La Fabula!”, que foi a primeira música autoral divulgada pela banda. A sintonia entre o grupo é evidente. Durante o show rolaram mosh pits e, principalmente, muito apoio ao trabalho da banda, que foi super bem acolhida pelo público lageano, que não costuma ver bandas de New Metal na cena local.

Para encerrar esse sábado de muita música pesada, lá vem a Plunder. Heavy Metal clássico tocado por quem sabe fazer música. Eles mandaram sons autorais e covers, que foram de muito agrado da galera. Desde sempre a Plunder faz shows bastante profissionais, nos quais o público pode usufruir de um instrumental bem executado e vocal tipicamente Heavy.

Fechamos a cobertura deste, elogiando o grande incentivador Steffan Duarte, que além de ser guitarrista da John Liar, ainda tem o estúdio de ensaio e gravação Fatboo, porém, vendo a dificuldade do pessoal de terem um lugar para se reunir e fazerem eventos, essa grande pessoa e de coração enorme, abriu um espaço aos fundos do estúdio para receber as bandas em pequenos eventos. Parabéns pela atitude Steffan Duarte!

Cobertura por: Jordana Aguiar e Maykon Kjellin
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário