29 janeiro, 2018

Resenha: Suerte - Suerte (2012)

Suerte: ainda que tão simples seja o nome, o som é enérgico e repleto de energias positivas. Formada hoje em dia por Leonardo Zimmermann (Zelo), Murilo Reis, Nicolly Demenegh (Ni) e Lorenzo, a banda lançou seu primeiro e único álbum (que é um homônimo) em 2012, sem se parecer com nenhum outro artista do Brasil. Criada em 2008 eles estão na ativa até hoje, contando com algumas mudanças de formação e uma parada de um ano em 2015.




Com um Hardcore melódico, distorções limpas, e influências de reggae, o CD começa com a primeira música "O Último Requinte Em Evidência" que traz uma paz e muitas histórias conhecidas apenas por quem escreveu. Refletindo muito a vivência de quem compôs, a música nos faz pensar em sermos um alguém mais humano, valorizar a família e tudo que foi aprendido de bom no decorrer da vida. Afinal ¿ Dondé está tú corazón? ¿ Dondé están tú deseos?, nunca abandonar seus sonhos.

"O Princípio Da Igual Consideração de Interesses Semelhantes" terceira música do álbum, fala muito sobre egocentrismo e dependência de uma sociedade que quer impor um modo de viver. Fazendo você competir com seu irmão, filho, pai ou mãe no mercado de trabalho por um simples papel que tem um certo "valor". Buscar se aceitar, amar quem tu és e viver com o que tens é uma das mensagens que essa música nos passa.

Muitas vezes chegamos em casa do trabalho ou escola e ninguém nos pergunta como foi nosso dia. "A Primeira" sétima canção do CD, fala sobre isso. O quanto somos insensíveis ao se importar com o próximo, perguntar como essa pessoa está ou tentar ajudar alguém, quando a única coisa que quem passa por isso quer é desabafar. E acabam desabafando em drogas, "estimulantes e anestésicos". 

Foto por "Bruno Peres" - Pinhachella

"Eu acredito em um mundo de PAZ feito com as nossas mãos", essa é uma das frases da música "Quarenta Questões" que também está neste álbum. Para mim, está é a música mais importante e bem feita do CD, valorizando os backing vocals, guitarras SUPER limpas e uma pegada de muita calma. Onde mostra que nosso mundo não está perdido, que devemos crer em quem está aqui e quem está por vi pra essa vida. Não desistir e nem se entregar a todos os problemas que temos e que passamos, enfrentarmos de cabeça erguida. Ninguém é melhor que ninguém.

Com mais oito músicas além dessas, o álbum se completa. Com muito Hardcore, calma e melodias muito bem feitas, a banda ainda ousou ao introduzir idiomas diferentes em algumas músicas, como: "Comm'è Bello", "Mèlodie", entre outras. Italiano e Espanhol foram os idiomas utilizados além do Português brasileiro.

Digo que esta é minha banda preferida do Brasil, carregando tudo que é ótimo para o mundo: Hardcore, amor e paz. Além disso, são grandes amigos.

Então vá pra um lugar calmo, relaxa e ouve a Suerte. Se você não gostar, pode me xingar via Facebook. 

FORMAÇÃO
Leonardo Zimmermann - vocal
Felipe Vicente - guitarra

Alequis - guitarra
Leandro Fabre - baixo
Thales Garcia - bateria


TRACKLIST

1) O Último Requinte em Evidência

2) Casa da Esquina
3) O Princípio da Igual Consideração de Interesses Semelhantes
4) Quem é Aquele que Nada Tem
5) Verdade
6) Melódie
7) A Primeira
8) Quarenta questões
9) Sobre Alma, Essência e Equilíbrio
10) Comm’è Bello
11) Vida
12) O Todo





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário