Topfive: cinco bandas para ouvir nesse final de semana #66

Na 66º edição da coluna mais aguardada pelos amantes do som underground, nós d'O Subsolo trazemos cinco bandas de sons bem diferentes mas que farão qualquer fã de rock se apaixonar. Aumente o volume de seu computador ou celular e ouça as nossas dicas!




01) Flicts - Punk - São Paulo/SP

Com mais de 20 anos de carreira, os paulistanos do Flicts já lançaram duas demos, três splits e seis discos. Suas canções já foram parar no velho continente onde por lá, o grupo fez duas turnês.

Em todas essas duas décadas, o grupo fez mais que botar o seu nome na cena punk rock Brasileira, onde já é considerada uma das maiores da história do País. Seus maiores feitos são suas músicas que, sempre apelando para o lado político, dão uma aula muito melhor que nas escolas do Brasil.

Não há palavras para descrever tanta história, e qualidade, que há nessa banda. Então, se você nunca escutou, trate de botar os fones de ouvido e soltar o play.

OUÇA O DISCO "SINGELOS CONFRONTOS" 


02) Black Days - Rock - São Paulo/SP

Diretamente de Valinhos, interior de São Paulo, a Black Days aposta em um hardcore diferente. Sua pegada mais leve casa muito bem com suas letras sobre como agir no dia-a-dia. Seu EP de estreia, Tempo para Sobreviver, deslanchou, chegando perto dos um milhão de vezes escutado no Spotify. 

Formada em 2014, a banda já dividiu palco com os grandes do hardcore brasileiro e, também, internacional como as americanas The Amity Affliction, Dance Gavin Dance e This Wild Life. O grupo abrirá para a grandiosíssima Citizen em Abril. Para chegar detonando, o grupo entrou recentemente em estúdio para a gravação de seu primeiro disco.

Para matar esse tempo, que tal ouvir o mais novo single da banda?

OUÇA "A PONTE"

03) Abraskadabra - Ska - Curitiba/PR

O sexteto curitibano do Abraskadabra faz um som bem diferente do que você está acostumado. Em 15 anos de atividades, a banda já lançou duas demos, dois EP's e um álbum.

Seu SKA com uma pitada de hardcore em Inglês conquistou não só o Brasil como, também, os estadunidenses. Por lá, a banda entrou recentemente em turnê passando por 13 estados e 21 cidades. Para deixar um legado no pais norte-americano, o grupo entrou no documentário da gravadora Fat Wreck Chords (Anti-Flag, C.J Ramone, Descendents, NOFX e Rise Against) com uma versão de “Not Your Savior” da No Use For A Name, também integrante do selo.

OUÇA O SINGLE

04) Brinquedo Velho - Rock - Santa Maria/RS

Oriundos de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, o Brinquedo Velho faz um rock alternativo de dar inveja. Apresentando influências tanto de hardcore como de rock, o grupo lançou seu disco de estreia em 2014, onde podíamos ver o ótimo som que o grupo faz.

Logo depois, em 2017, o grupo voltou a lançar um novo trabalho. "Voltar" apresentou seis novas músicas. Com um som mais maduro, B.V mostrou uma sonoridade absurda saindo do peso do hardcore a leveza de um som mais pop, tudo em uma ótima qualidade.

Sem dúvidas que em um futuro não tão distante, a banda estará tocando em algum programa de televisão ou algo do tipo. 

OUÇA "RAIO DE SOL"

05) Sapo Banjo - Ska - ABC / São Paulo.
Na ativa desde os anos 90's, o Sapo Banjo sempre foi uma banda ativa e respeitada no cenário alternativo por todo o trabalho que executa desde então.

Sua personalidade despojada, sarcástica e ora politizada, pode ser percebida na estrutura de suas letras, mostrado em todas suas apresentações e em seus discos. 

Considerada uma das bandas mais antigas de Ska, vem se apresentando com seu novo formato e seu novo show, levando alegria e boa música por onde passa, encerrando assim o topfive mais alternativo dos últimos meses.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário: