Entrevista: Jonathan Verstrepen (Carnation)

Durante a noite de shows com Pestilence, Carnation, Cerebral Cannibal, They Come Crawling e Viletale no Wox em Pomerode/SC (confira a cobertura aqui), tivemos a oportunidade de conversar um pouquinho com o idealizador da banda belga Carnation, Jonathan Verstrepen Além disso, pudemos presenteá-lo com um exemplar da terceira coletânea d'O SubSolo.

Jonathan tem 24 anos e em 2013 deu o ponta-pé inicial para a banda que hoje já começa a colher seus frutos. Carnation lançou o EP "Cemetery of the Insane" em 2015, o qual vale muito a pena conferir, além de um material ao vivo, o "Live at Asakusa Deathfest". Confira abaixo como foi a nossa conversa:


Recentemente, vocês assinaram um contrato com a Season of Mist e o lançamento do seu álbum de lançamento está planejado ainda para este ano. O que os fãs do Death Metal podem esperar dele?
Jonathan Verstrepen: Eles podem esperar algo diferente. Não somente uma linha, mas muitas músicas diferentes. Então acho que isso é realmente interessante (não ser uma única linha), há muitos altos e baixos em nossas músicas.

Quais são suas influências para as letras e a estética da banda?
Jonathan: Na verdade, nós tentamos fazer uma mistura do Death Metal Old School sueco com a técnica do Death Metal norte-americano.

O que vocês estão achando do público brasileiro, com esta experiência?
Jonathan: É realmente insano, se você compara com o público europeu. No Brasil, as pessoas são insanas e gostam de tirar fotos depois dos shows. É realmente “Rock ‘n’ Roll” aqui (risos).

Como é a cena do Death Metal na Bélgica?
Jonathan: A cena não é muito grande na Bélgica. Na verdade, tudo é menor lá. A cena existe, mas as pessoas ouvem de tudo, ouvem New Metal, Death Metal, etc. As pessoas possuem a mente muita aberta na Bélgica, então acabam ouvindo de tudo um pouco.


Sobre a turnê com o Pestilence. Como isso aconteceu?
Jonathan: Nosso álbum está para sair e nós realmente queríamos fazer algo para que o Carnation continuasse sendo visto pelas pessoas, sabe? Então, nós falamos com eles sobre fazer algo na América do Sul, entramos em contato com a agência da turnê e ela nos deu todo o suporte.

Quais são os projetos do Carnation para o futuro? O que podemos esperar?
Jonathan: Nós temos muitos planos. O que mais queremos fazer são turnês, queremos tocar em vários lugares do mundo. É isso o que queremos com a nossa música: ver o mundo. Nosso álbum sairá logo e pretendemos fazer novas turnês a partir de setembro ou outubro, eu acho. E depois disso, veremos o que virá.

Em nome do blog O SubSolo, gostaria de agradecer muito pela sua disponibilidade para a entrevista. Chegamos à nossa última questão e ela é, na verdade, um espaço para o Carnation deixar sua mensagem aos fãs do Death Metal. Então, fique à vontade.
Jonathan: Eu diria para continuarem apoiando o Death Metal, claro. E continuarem comprando CDs e tudo o mais. Assim o estilo continuará vivo.

ACOMPANHE A CARNATION

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário