Resenha: Eyes of Creation - Kamala (2018)

Temos em mãos o novo disco de uma das bandas mais mais representativas do Thrash Metal nacional, Kamala. Antes mesmo de ouvir, a arte visual já chama a atenção, tanto pelas cores que contrastam o material. Sendo que as capas do Kamala sempre foi um aperitivo extra em seus discos anteriores também, mantendo o nível nesse novo disco.




Com uma campanha de crowdfunding, que basicamente é uma campanha para arrecadar valores em troca de brindes, como se fosse uma pré-venda com escolha de doações e brindes. Na campanha o Kamala deixa claro que é uma banda totalmente independente com quinze anos de estrada em busca do seu quinto álbum de inéditas, após isso vamos ao disco.

Por mais que alguns trabalham venham deixando introduções de lado e talvez "evoluindo" (entre aspas mesmo) a música, acredito que para meu gosto é indispensável uma boa introdução e isso o Kamala traz. A excelente e brutal "Internal Peace" tem um dedilhado que aparentemente é tocado em uma viola, dando um ar de mistério antes de dar aquela marretada na orelha com os demais instrumentos.

O Thrash Metal visceral é praticado com muita elegância por poucas bandas e ao mesmo tempo o Kamala apresenta pequenas lapidações de outras vertentes dentro do disco. Algumas pitadas do Thrash Old School e subindo um pouco a escala da sonoridade extrema, muita coisa de Death Metal esta enraizado nas influências do trio.

Se me pedissem para escolher minhas músicas favoritas dentro deste full-lenght, eu falharia bruscamente, talvez elegeria "Internal Peace" pela excelente introdução e que me prendeu ansiosamente para ouvir "o andar da carruagem", mas todas as músicas mantém um mesmo nível e intensidade. Quando nós redatores não temos o que criticar, nos basta parabenizar um disco tão bem gravado, tanto pela parte técnica quanto pela qualidade do estúdio e claro, de quem masterizou e mixou todas as faixas, nitidamente é perceptível cada instrumento em sua posição de origem, sem improvisações.




Com certeza um disco que brigará pelas mais votadas do ano, pois apresenta peso, técnica, harmonia e muita ousadia. Para quem vem para o seu quinto disco de inéditas, impossível não ter uma mão certeira, pois quando o assunto é experiência, isso não faltará ao Kamala, que mesmo com o trabalho de compor um bom disco, ainda é responsável por marcar suas turnês, gravações, apresentações e tudo o que envolve a banda, sendo assim totalmente independente.


FORMAÇÃO
Raphael Olmos - guitarra e vocal
Isabela Moraes - bateria
Allan Malavasi - baixo


TRACKLIST

01) Internal Peace
02) Stay with Me
03) Open Door
04) Something to Learn
05) Purpose of Life
06) Believe
07) Deep Breath
08) Eyes of Creation
09) Wake Up
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário