#10 - De músico para músico - Comportamento / Faltar em compromisso de banda

#10 De músico para músico - Comportamento - Faltando em compromisso




Como proceder se no dia do evento é aniversário da namorada?

E agora? Os outros integrantes vão ficar p&%* da vida, deixa eu inventar uma desculpa básica aqui, matar uma avó, talvez!

Pois então, você já tentou marcar um encontro com amigos do colégio? Juntar os horários de 6 pessoas? Quase impossível né?

Imagine que em uma banda, 4, 5, 6 ou até mais pessoas acabam por dedicar parte do seu tempo pra se encontrar toda semana e, às vezes, em algum evento como show, festival, gravação, enfim, compromissos de banda. É bem tenso conciliar agendas e de vez em quando é comum alguém ficar de fora.

Aí entram os dois lados da situação, o integrante que precisou faltar e a banda que vai precisar tapar o buraco ali deixado.

Ao integrante cabem as seguintes precauções:

- Não desespere, afinal, todo mundo tem vida, hora ou outra algum problema surge mesmo;

- Seja absurdamente sincero, não omita o real motivo, nem que seja algo que pareça 
fútil;

- Nunca invente mentiras, nem se for algo muito, mas muito fútil mesmo;

- Comunique com o máximo de antecedência possível;

- Fale com TODOS os integrantes, use os grupos de whattsapp ou fale pessoalmente;

- Demonstre que ao menos tentou estar presente;

- Se for algo que até você acha meio ridículo, primeiro pense bem se precisa e depois, caso precise mesmo faltar, fale a verdade. Simples assim.

Agora para a banda, ficam as seguintes dicas:

- Entendam o motivo e deem apoio;

- Tentem ajudar ao máximo para que o integrante consiga estar junto;

- Não gerar atrito é essencial;

- Sigam em frente da melhor maneira possível;

- Tentem não demonstrar a decepção em estar com um a menos;

- Deem o melhor de si e resolvam o que precisar;

Vale lembrar que:

- Se não estava presente, o poder de veto em caso de decisões deve ser ínfimo;

- Cachês devem ser divididos entre os presentes;

- No caso de contratar um substituto, o valor deve ser rateado por igual;

- Lucros para a banda ainda são da banda, não se deve deixar o integrante de fora, obviamente;

- Se houver a possibilidade de mudança de data, acatar é uma decisão da maioria;

- No caso de entrevista, menções devem ser feitas.

Essas regrinhas devem ser modificadas de acordo com a amizade dentro da banda, naturalmente, mas funcionam como boas práticas de convívio.

Dentre as necessidades de um integrante em se ausentar estão aqui as mais pedidas:
- Estou doente
  Poxa vida, não tem o que discutir, vai lá descansar e melhorar pra voltar com força total. 

Sem motivos de discussão;

- Sofri um acidente
  Sem comentários, mesmo caso do anterior;

- Aniversário de namorada(o) / namoro / casamento
  Quem tem cônjuge sabe onde o calo aperta e havendo sinceridade, não existe motivo para brigas. Vale ressaltar que a gravidade do evento deve ser medida, e se for o caso, dá pra conciliar a festinha com seja lá qual for o compromisso.

- Morte de parente
  Esse é perigoso, tem muita gente que mata parente distante quando não quer ir em algum lugar, mas aí é bom senso;

- Não vou tocar nesse buraco!
  Bom.... aí já cabe conversa e ajustes na banda. Ninguém marca show sem conversar antes..... ou marca?

- Meu instrumento quebrou
  Esse é clássico e cruel, só cuidado com esse cara. Músico tem que cuidar do instrumento como se fosse parte do corpo.

Esses aí são casos comuns, de resolução e pensamentos rápidos, mas é claro que a coisa pode complicar.

De modo geral, ninguém quer simplesmente faltar e deixar a banda desfalcada. Todo mundo que participa de banda dá o sangue e quer ver o trabalho fluir. Quando há um problema, realmente é um problema e isso vai atingir o grupo todo.

O bom convívio dentro da banda depende de coisas já mencionadas aqui na coluna, e cada vez mais a situação se repete de formas diferentes porém com os mesmos resultados: menos orgulho, mais altruísmo, mais sinceridade, mais atitudes em prol da cena.

Quando o grupo se relaciona bem, nada é motivo para querer faltar, nada é motivo de discórdia. Mesmo um motivo que num grupo pouco entrosado pode parecer banal, será compreendido e apoiado.

Ficam aí as dicas para ambos os lados, o faltoso e o desfalcado!
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário