Resenha: Flesh Grinder - Nomina Anatomica (2016)

Psicopatologia em forma de música feita por pessoas doentes para pessoas ainda mais perturbadas, o cheiro de putrefação invade o ambiente nas primeiras notas, já deixando claro que se você não tem ouvidos e estômagos fortes mantenha se afastado. 



O quinto álbum da Flesh Grinder só confirma o que muita gente já sabe, tratando se de Splatter os catarinenses, são insuperáveis. Trazendo a mente os melhores momento de odes da putrefação como Carcass e Haemorrhage, somado a isso também temos aqueles títulos que fazem a alegria de quem curte um Gore. Só para se ter ideia do quanto isso é fundamental, o titulo desse álbum é referente ao manual internacional de anatomia humana, a arte gráfica segue o modelo com um corpo passando por uma autopsia com as marcas de suturas bem expostas. 

Se depois de toda essa apresentação você continuou disposto a ouvir a banda prepare-se para um material irretocável. A intro intitulada “Intro Lazzario” já deixa um clima de que algo extremo se aproxima. "Masseration Larvae" vem sem piedade mostrando as dobras de vocais executados por Fábio Gorresen e Rogério Murara, respectivamente guitarra e baixo, completando o trio, Daniel Henriques na bateria. 

"Injuries" e "Putrilagem" apresentam uma linha mais melódica (entenda melodia no sentido mais extremo da palavra) chamando a atenção a técnica dos músicos de incorporar tais elementos no meio da devastação que criam. Por outro lado "Graveyard Meat” só precisa de pouco mais de um minuto para te deixar atordoado. "Banquete Funerário" apresenta um dos vocais mais esporrentos de todo o CD e para finalizar "Dementopia" apresenta elementos de Death Metal da velha escola com vocais literalmente vomitados. 

O Flesh Grinder esta naquele seleto grupo de bandas que não decepcionam os seus fãs, e “Nomina Anatomica” só comprova quem é rei nunca perde a majestade, mesmo depois de morto em altos graus de decomposição.
FORMAÇÃO
Fábio Gorresen (vocais e guitarra)
Rogério Murara (vocais e baixo)
Daniel Henriques (bateria)

TRACKLIST
01) Intro Lazario
02) Masseration Larvae
03) Graveyard Meat
04) Injuries
05) Putrilagem
06) Similia Similibus Solvuntur
07) Unsatisfactory Doctors Report
08) Fetuses Forming Bizarre
09) Appendicular Pecculiar
10) Soon After Death
11) Banquete Funerário
12) Dementopia

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário