Topfive: cinco bandas para ouvir neste final de semana #91

Todo o fim de semana, O Subsolo tem a honrosa missão de te indicar cinco bandas, para que você tenha a chance de aumentar a sua bagagem musical. Quando sou eu o responsável por essas indicações, você deve se preparar para destroçar o seu pescoço com o Metal Extremo.




01) Justabeli - Black Metal - São Paulo/SP



O trio de Black Metal paulista, foi formado no ano de 2001. Sua sonoridade é totalmente calcada no Black Metal e possui elementos do Death Metal de Rotting Christ (antigo) e Bessat como referências para a sonoridade da horda. Em 2008, a banda lançou seu 'debut' 'Hell War', em 2015 'Cause The War Never Ends' e em 2017 o EP 'Blast The Defector' que demonstrou que a banda está na sua melhor forma atualmente. A banda é composta por: War - baixo e vocal; Blasphemer - guitarras e Morbus - bateria.

02) Xico Picadinho - Grind- São Paulo/SP


A banda de Grind paulista foi formada em 2008. Como o próprio nome já indica, a banda tem uma temática voltada para serial killers e alguns temas mais gores, para combinar com a sonoridade praticada pelos músicos. A banda teve uma pausa em 2013 e retornaram apenas em 2016, quando lançaram a pérola do extremismo 'Hecatombe Canibal, Líbidos Prazeres, Lúgubres Desejos'. A formação é composta por Hugo Ribeiro - vocal; Rafael Jabu - guitarra; Bruno Floriano - baixo; e Henrick Marques - bateria e vocal. Em breve vai sair o novo material dos caras.  

03) Infected Sphere - Brutal Death Metal - Caxias do Sul/RS


A banda de Brutal Death Metal foi formada em 2016 e o nome já nos direciona para uma hecatombe musical. O principal mentor da banda é o músico Luís C. Tomasini (Rotten Penetration) - guitarra e o restante do grupo tem Vinicius Delazeri - vocal e baixo e D. Bonetto - bateria. A formação atual está na estrada divulgando o seu mais recente trabalho 'Abyss Ov Flesh'. 


04) Sattiva - Deathcore/Djent - Goiânia/GO



O Djent é um dos subestilos que mais cresce em público e isso remete também para um aumento exponencial de bandas que optam por essa sonoridade mais complexa. O Sattiva se formou em 2014 e lançou recentemente o EP 'Cartela' que possui letras em português, onde a banda apresentou uma sonoridade com elementos vindos também do Deathcore. Atualmente a banda é composta por: Matheus Costa - vocais; Breno Gomes - guitarras; Vanderlei Acefalo - baixo e Rhander Afonso -  bateria.

05) Outlaw - Black Metal - São Paulo/SP


A banda paulista de Black Metal, faz questão que manter seus dois pés fincados no extremismo, tanto na sonoridade, quanto na arte. A banda lançou seu primeiro opus intitulado 'Path To Darkness' (2018), onde apresentaram oito hinos de blasfêmia, sendo a oitava faixa um cover para 'The Somberlain' do Dissection. A formação é D. - vocais e guitarras; B. - baixo e C. bateria.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário