Topfive: cinco bandas para ouvir neste final de semana #93

Chegamos a mais um final de semana, e claro que não poderia faltar nossa lista sagrada (mas nem tanto) de apreciação aos sons forjados nas mais obscuras doses de distorção e profanação. Prepare seus aparelhos e dê play nas bandas a seguir:




DEATH CHAOS - CURITIBA/PR - DEATH METAL

Formada em 2014 na cidade de Curitiba/PR, a Death Chaos carrega consigo um instrumental um som pesado e agressivo unido a letras que tratam do caos, morte e terror enfrentado pela humanidade. Após o EP de estreia em 2015, o grupo teve seu primeiro álbum lançado recentemente, com o título "Bring Them To Die".



EXPOSE YOUR HATE - NATAL/RN - DEATH GRIND

Inspirada por gigantes como Napalm Death, Terrorizer, Brutal Truth, Nasum, Impaled Nazarene, a banda começou a espalhar sua brutalidade em 1999, e desde então foram inúmeros shows e trabalhos gravados. Podemos dizer que Expose Your Hate é uma influência para bandas das vertentes extremas do Metal na região Nordeste do país, e porque não, em diversas outras cenas do Brasil.



VIOLÊNCIA MORAL - RIBEIRÃO PRETO/SP - METAL/HARDCORE

Ver as influências de Violência Moral explicam a insanidade que é o som do grupo. Indo de Metallica a Hatebreed, de Worst a Sepultura, de Krisiun a Korn, o resultado de pegar o que cada inspiração tem de melhor é esse som animal. Música pra deixar o pescoço inchado, sem a menor dúvida.




INFECTED SPHERE - CAXIAS DO SUL/RS - BRUTAL DEATH METAL

Essa banda conheci por causa de um fato recente que me chamou atenção: após todos os membros deixarem a Infected Sphere e o guitarrista fundador Luís C. Tomasini ficar sozinho na banda, os shows marcados não foram desmarcados. A Infected Sphere, que nasceu em 2016, mostrou um comprometimento enorme ao seguir com todas as datas em pé e apenas com Luís e sua guitarra no palco. Aliado isso, o som é devastador e merecedor de atenção e respeito.




NUNCA - BLACKENED CRUST

O Nunca é intensidade sonora, catarse ideológica e niilismo artístico. Um projeto musical de quem já desistiu da música. Formado por um trio bestial, que busca uma expressão hostil e concreta da realidade atual. Enquanto a sonoridade brutal, veloz e sinistra impacta nos ouvidos, as mentes mais atentas irão captar as mensagens densas e ricas impressas nas letras gritadas a frente do massacre distorcido. É indiscutível que as temáticas abordadas pelo Nunca dispersam a banda de várias demais dessa zona extrema da música e a coloca num patamar diferenciado.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário