#13 - De músico para músico - Comportamento - Como agir com a mídia - Parte 2 - Entrevistas

#13 - De músico para músico - Comportamento - Como agir com a mídia - Parte 2 - Entrevistas

Na última coluna falamos sobre a maneira correta de se portar com a mídia, envio de material e etc.
Agora vamos além e pensando na aceitação da sua banda, a mesma mídia que foi bem atendida e acolhida, agora solicita uma entrevista.

O Subsolo - De Músico Para Músico - Como agir com a mídia parte 2

Aí surgem milhares de pensamentos, dúvidas, um monte de problemas!

Vamos deixar as coisas um pouco mais claras:

- Sua banda teve boa aceitação, alguma visibilidade, parabéns! Mas calma, falta muito para o estrelato, vamos com calma;
- Lembre-se: Tudo o que for dito, ficará para a posteridade, cuidado;
- Arrogância gera antipatia, tenha isso gravado em sua mente;
- Vocês não são a banda mais conhecida do universo, portanto, perguntas redundantes e até cansativas podem surgir, mas o público não sabe nada sobre vocês, então responda com calma e direção.

Basicamente exitem dois tipos de entrevista, as escritas e as faladas, sendo esse último tipo subdividida em 3 tipos: presencial com vídeo, presencial com áudio (rádio ou não) ou vídeo conferência.

Seguem detalhes para se dar bem em todos os tipos de entrevistas.

Primeiramente surge o convite, claro. Geralmente as mídias entram em contato da mesma forma que foi feito o contato inicial, via rede social ou seja lá qual for o meio, o que é ideal é que a resposta seja breve. Um dos integrantes da banda deve receber o convite e conversar rapidamente com os outros membros para fechar a data, local e etc.

Sejam breves, não coloquem barreiras nas situações, e obviamente, não demorem em dar uma negativa, se for o caso. 

- Entrevista escrita:

- Essas são super rápidas e a banda precisa ter o conhecimento de qual dos integrantes que escreve bem para não cometer erros de escrita;
- Recebendo o questionário,leia todas as perguntas antes de começar a responder, isso evita respostas redundantes;
- Evite respostas como "SIM" e "NÃO", porém evite escrever livros nas respostas.... Seja breve porém dê ao leitor a chance de te conhecer melhor pelas respostas;
- Verifique entrevistas anteriores feitas pela mesma mídia para saber como as outras bandas se comportaram, isso pode te ajudar se em algum momento suas respostas ficarem travadas;
- Se for mencionar algum integrante da banda por apelido, coloque o nome da pessoa entre parênteses do lado do apelido... por favor;
- Evite mencionar brigas e atritos, a não ser que isso seja explicitamente perguntado, isso evita problemas;
- Se mais de um integrante estiver respondendo, deixe claro quem está respondendo cada pergunta usando o nome do integrante antes de cada resposta;
- Responda tudo e envie de volta o mais brevemente possível, é bacana para a mídia saber que a banda teve interesse em ser entrevistada;

- Entrevista falada:

Nesses casos é muito interessante que exista um local bom para todos em termos de locomoção, conversem de forma adequada com a mídia para definir o melhor local. 

1- Presencial com vídeo;

- Se todos não puderem comparecer, ao menos grande maioria, mas não furar ao compromisso é imprescindível;
- Vistam-se como se vestem no dia a dia, não precisam ir para o palco na entrevista, a não ser que isso faça parte do escopo da banda;
- O entrevistador precisa de respostas diretas;
- Bom humor é a chave para um contato bacana, mas cuidado, deixar o clima leve e descontraído é diferente de estragar o clima com piadas de mau gosto;
- As perguntas nem sempre são direcionadas, pois muitas vezes são perguntas bastante abertas e todos sabem as respostas, por isso é legal que a banda se "comunique" bem com olhares e fique claro quem deverá responder. Outra situação comum é o porta voz da banda receber a pergunta e direcionar para quem ele sabe que vai responder de forma mais interessante;
- Recebam as instruções do entrevistador ou do cinegrafista para se posicionar da melhor forma;
- Evitar histórias longas e complexas;
- Fazer antecipadamente uma lista com o que deseja falar (agradecimentos, alguma história bacana,etc);
- Se houver algum tema obscuro, algo que a banda não deseja mencionar, avisar o entrevistador antecipadamente e não durante a entrevista;

2- Presencial com áudio:

- Geralmente nesses casos, menos integrantes presentes pode ser mais interessante, visto que ou o entrevistador vai transcrever todos os áudios ou o papo será transmitido por rádio;
- Respostas diretas, falar com clareza, posicionamento correto ao microfone;
- Evitar "cortar" a fala de qualquer pessoa envolvida;
- Evitar vícios de linguagem, gírias locais, termos chulos;
- No caso do áudio, a divisão das respostas é bem mais simples, então deve-se fazer isso de forma rápida e partir para as respostas;
- Evitar silêncios e risadas em excesso;

3- Vídeo conferência:

- O maior problema desse tipo de entrevista é a conexão de internet que nem sempre ajuda;
- O tipo de vídeo que se gera nesses casos é bem mais simples, portanto menos problemas são gerados com aparência;
- Muitas vezes as vídeo conferencias simulam uma entrevista em áudio;
- Sejam pontuais, abram o software na hora certa, tenham tudo pronto;
- Lembre-se que seu entrevistador pode ter fuso-horário, verifique o horário exato;
- Fale claramente, mas caso a conexão não te ajude, escreva a resposta no software para não perder o timing da resposta;
- Existem microfones próprios para video conferências que custam bem barato.... da tempo de providenciar um desses para garantir uma qualidade boa para o seu entrevistador;
- Peça para as pessoas que estiverem ao redor fazerem silêncio e evitar interagir;


Temos aí uma lista de boa conduta para se dar bem em entrevistas de diversos tipos. Em suma, a clareza e tranquilidade se fazem presentes em quase todas as dicas. 

Agindo dessa forma, tenho certeza que sua banda vai longe! Pelo menos a mídia que te contatou vai falar bem da forma que foi atendida, certeza!



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário