Resenha: Vast Universe - Outer Genesis (2018)

Outer Genesis é uma banda que mistura o Rock Alternativo com Metal, porém, obtém pitadas do Grunge em sua sonoridade. No dia 23 de Outubro de 2018 lança o seu primeiro trabalho, que contempla a todos que o ouvem. Formada em 2009, o álbum foi construído ao longo de dez anos e como todo primeiro registro oficial, o disco tem seus altos e baixos.




Começo a resenha exaltando a bela capa apresentada, rica em cores e psicodelia, assim como as músicas executadas e compostas neste disco. Todo o trabalho é enriquecido com bons riffs, porém notoriamente algumas elevações nos volumes dos instrumentos, quase que imperceptível. Também algumas linhas vocais não casaram com as melodias, são pequenas coisas a se lapidar em lançamentos futuros.

Em certas músicas o Rock Alternativo do Outer Genesis, puxa muito para a psicodelia do Indie, com bastante aleatoriedade de riffs e intensidade. O lado bom das músicas é que nem só o refrão é animado, toda a estrutura melódica busca uma explosão rítmica para que tenha um padrão elevado, afinal, boa música é aquela joga nosso humor para cima, não o contrário.

Uma música me chama totalmente à atenção, "Why You're Better Than Me" me faz voltar ao passado, em uma época no qual eu não tive a oportunidade de viver ou acompanhar. Os riffs da música trazem um Blues raiz, com solos intensos e incessantes, com vocais bem planejados e alocados. Típica música que revive um Jimmy Hendrix por exemplo.

A miscelânea de influências, deixa o disco mais recheado de bons riffs, melodias e métricas vocais. Com exceção de "Ether" que em algumas partes a métrica vocal não encaixa com a melodia, as vezes com pequena desafinação. Já o restante das músicas buscam um melhor acasalamento, sendo assim, suas execuções passam a serem melhor elogiadas e aceitas. Um pouco acima, deixei claro que a faixa que encerra o disco, é de fato, a minha favorita do álbum todo, mas conseguiria facilmente apontar outras faixas como excelentes.
FORMAÇÃO
RESPONSÁVEL PELA GRAVAÇÃO DO DISCO

Vitor Guimarães-  vocais
Weslley Araujo - guitarras
Caio Melo (Mr. Mad Nights) - baixo
Luis ''Andore'' Silva - bateria
Getúlio Alves - teclado

TRACKLIST
01) Ether
02) Pretense
03) In Another Version of Us
04) Syndrome of Monotony
05) Children and Trucks
06) About a Friend
07) Conspiracy
08) Why You're Better Than Me

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Excelente album. Com certeza merece ser ouvido com bastante cuidado para não se deixar levar por preconceitos e não perder a chance de aprofundar um pouco mais neste vasto universo que é a musica autoral feita com sangue , suor e lágrimas.

    ResponderExcluir