#15 - De músico para músico - Comportamento - Como fazer um convite

Na última coluna nós falamos sobre como dar uma negativa pra aquele amigo que te convida pra fazer um sub, ou ainda pra aquele outro amigo que quer montar banda e etc. Dessa vez vamos nos colocar do outro lado da linha telefônica ou da rede social e discutir como se deve fazer um convite.





O ato do convite é simples demais, porém o jeito que você chega pode ser bem ruim. Esse tal jeito pode gerar sensação de arrogância ou até mesmo de invasão quando colocado de forma errada.



As situações são as seguintes:



- Você precisa de um sub urgente;

- Sua banda precisa de integrante;
- Você quer montar uma banda;
- Você está organizando um evento e precisa de banda.


Vamos pensar nesses 4 cenários e achar a melhor forma de convidar um amigo ou um músico indicado sem arrumar uma confusão por isso.



Também usaremos o critério de contato via rede social ou app mensageiro, fica mais fácil de definir as respostas e tal.



Caso 1 - Precisar de um sub de última hora.



Inúmeras situações podem ter gerado esse problema e todos sabemos que é desesperador. Você tem um contato que cabe direitinho na vaga e resolve chamar de imediato!



- "Olá meu camarada, a situação é que o fulano precisou se ausentar e precisamos de um sub. Eu confio no seu trabalho e gostaria de te convidar para preencher essa vaga no show do dia x e temos uma verba de x$ para você fazer. Essa data está livre pra vc? Rola de fazer pra gente?"



Esse tipo de abordagem é muito bacana porque gera a possibilidade do amigo negar o convite. Sim, isso é uma coisa muito boa pelo fato de o cara se sentir livre. É bem ruim fazer algo obrigado!



O erro comum seria: "E aí brother, o que você vai fazer no dia x?"



Aí o pobre responderia: "Porra nenhuma, bora beber?"



E você, espertão: "Ah que bom que tá livre, minha banda precisa de sub, bora?"



Perceba que esse diálogo gera uma situação bem ruim pro cara que foi convidado. É normal e todo mundo tem o direito de não estar a fim de fazer!



Se o convite for feito da maneira correta, o amigo tem chance maior de aceitar e, caso não queira mesmo, a chance de ele te ajudar a achar o sub cresce exponencialmente.



Obrigatoriedades desse convite: CACHÊ - nem relógio trabalha de graça, imagina assim, de última hora.



Caso 2 - Banda ficou sem integrante, bora chamar o ciclano pra entrar;



Aqui o caso é menos urgente, dá pra conversar melhor com a pessoa.



- "Opa, beleza? lembra da banda tal, então, precisamos de um instrumentista, pensamos em você por conhecer seu trabalho e admirar bastante. A ideia é fazer x ensaios por mês, temos x show marcados, isso te renderia uma quantia x em reais. O investimento que cada uma faz na banda é geralmente de x. Pense  aí e veja se está dentro do que você busca para sua carreira."



Óbvio que você não vai copiar e colar essa pergunta, tem que desenvolver o papo porém com esses termos.



É necessário dizer que a banda tem perspectivas, ideias, alvos. Isso direciona não só o som, mas também da vontade de fazer parte.



Todo mundo sabe que pro músico entrar na banda tem que haver afinidade com o som, com os outros integrantes e acima e tudo tem que haver uma proposta que seja decisiva. Então é só fazer isso!



Erros comuns - "Minha banda é a mais ANIMAL do mundo, a mais BRUTAL, a mais LEGAL, a mais FOFA...."



Essa suto propaganda da preguiça, cuidado!



-" Meus músicos são os melhores de toda a via lactosa! Eles tocam mais rápido e melhor que a sua tia! Sou o melhor da minha rua! Minha mãe diz que sou o mais bonito!"



Olha a preguiça!



Novamente, um convite bem colocado, com organização, demonstrações plausíveis de futuro para a banda animam o músico a entrar. Lembrando de dar tempo de o convidado responder, ok?



Caso 3 - Bora montar banda, quem chamar?



Nesse caso a propaganda precisa ser muito delicada afinal, sua banda ainda não existe, então tem que tomar cuidado.



- "Opa, beleza? Seguinte, estou com uma ideia e gostaria de compartilhar contigo. Penso em montar uma banda que seja mais ou menos do estilo X e minhas influencias maiores são x e y. Tenho o dia tal da semana pra ensaiar, seria no estúdio x e eu gostaria muito de contar contigo, pois gosto do seu jeito de tocar. Tenho composições e desejo gravar assim que a banda se estruturar.



Essa abordagem já resolve 80% das perguntas que o convidado pode fazer e já agiliza muita coisa.



Erros - "Quero montar a banda que a Europa quer ouvir esse ano!"



ou - "To montando o dream team, tem o ciclano que já tocou com o beltrano que é amigo do fulano, sabe?"



Na boa, quando o time fechar todo mundo descobre de onde se conhece. E tem mais, a banda ainda não existe, apesar de você acreditar muito que essa banda vai decolar, precisa existir antes pra depois decolar.



Pé no chão é a receita!




Caso 4 - Tem show mês que vem e não tenho casting!



Aqui o lance é delicado. Se nos outros casos as informações eram importantes para dar aquele ânimo nos convidados, aqui a coisa triplica!



O ideal é fazer contato com as bandas já com bastante material do evento reunido.



- "Olá banda, estou organizando o evento x que acontecerá no dia x, em local x e nossa proposta envolve: - (((Aqui tem que dizer como rola o horário de tocar se será sorteio na hora, se já tem banda que fecha evento, etc. Também deve se expor se tem cachê, se haverá divisão de couvert, tudo que tiver que ser combinado deve ser exposto agora))). - Aguardo a resposta de vocês até data x para termos tempo de contatar outra banda caso sua resposta 

seja negativa."


Importantíssimo frisar que a banda não é a última bolacha do pacote, porém é vital ressaltar a importância da banda no evento, entendeu a delicadeza da coisa?



Dados a serem passados de imediato:

Data /Horário / Local / Cachê / Precisa vender ingressos ou não / Consumação que a banda tem /Quantidade de VIPs que a banda tem / Flyer do evento


Erro - No ato do convite, evitar prometer coisas que ainda não aconteceram tais quais público, grana extra, bebidas de graça.



- Outro ponto importante é evitar soar desesperado do tipo "preciso de vocês no show, venham, por favor" mas ao mesmo tempo exponha que o evento será enriquecido com a presença dessa banda.



Basicamente, os itens para o convidado aceitar e resolver o problema são:

- Educação no convite;
- Demonstração do benefício que o convidado pode ter;
- Cuidado para não soar desesperado;
- Segurar a arrogância;
- Sinceridade total sobre cachês, gastos e lucros;
- Ser sucinto;
- Estar preparado para qualquer resposta.


Como sempre, seja bacana, não seja um chatão!
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário