Nota de Agradecimento: 3º O SubSolo Rock Festival (Colher de Chá)

Antes de postarmos a cobertura oficial do evento, eu não poderia deixar de vir fazer alguns agradecimentos sobre uma noite que ficará marcada para sempre na minha memória e essa noite não teria sido possível, sem ajuda, afinal, sozinho não da pra ser nem corno.


Na semana do evento, não tive uma noite completa de sono, faltavam algumas pendências que poderiam atrapalhar e a busca para que o evento ocorresse tudo bem, era a única coisa que pensávamos. Com a cabeça voltada para isso, deixei coisas importantes de lado e até em certos momentos me vi mentalmente perturbado e doente, afinal, era um passo muito grande e era 8 ou 80. Mas no fim, foi um sucesso.

Primeiramente, um dos maiores responsáveis foi Alex Pizzetti o dono do Colher de Chá, que além de abrir as portas para o evento acontecer, foi o cara que lidou com a maior parte burocrática do evento e sempre nos ensinando muitas coisas, principalmente como lidar com problemas de modo fácil e ágil, o Angra veio por ''culpa dele'' que botou na minha cabeça que era possível e em seguida apareceu o Rodrigo dos Santos, guitarrista dos paulistas da Vox Ignea, que estava prestes a ter sua primeira turnê por terras catarinenses e pediu para ser um dos sócios da organização do festival, não sendo apenas um cara que ajudou, foi uma peça primordial de um jogo de xadrez, principalmente na revisão de contratos e acertos. Gilson Naspolini, Robson Brigido, André Cardozo e Gabriel Bittencourt (Bravado) foram nomes importantes na ajuda do equipamento do evento. Hotel Íbis pela ajuda na hospedagem.

Não posso deixar de agradecer as bandas que participaram, AlkanzA que é uma banda que cresce a cada apresentação, Antítese que é uma banda que encanta, Syn Tz que resume em palco o motivo de estar com bastante datas pelo Brasil, Nekrós que por serem da cidade do evento e disponibilizaram boa parte do equipamento para o palco das bandas de abertura, Vox Ígnea por mostrar o motivo de estarem na estrada com um show sensacional e claro, tenho que agradecer a Dark New Farm, sim a minha banda, pelo fato de acreditarem em mim desde o começo e fizeram tudo sem reclamar uma única vez.

Uma das pessoas que não posso deixar de agradecer, é minha namorada Ingrid Gerlach, que trabalhou nas três edições do evento e nunca reclamou ou colocou em hipótese alguma não estar presente, mesmo com problemas de saúde de última hora, você é uma guerreira, muito obrigado por estar do meu lado.

Agradeço as mídias Cultura em Peso, A Hora Hard e Underground Extremo e ao bar Caverna Kilmister, que vendeu ingressos e recebeu a Vox Ígnea + Antitese na sexta (17) e ao Agosto Negro Produções que apoiou o evento e compareceu. 

O público que foi mais de 600 (seiscentas) pessoas presentes para ver o Angra, que mesmo com pedidos exorbitantes e desnecessários, fizeram uma apresentação de duas horas de pura intensidade e técnica. 

Agradeço também a Juliana Waterkemper, que além de ser esposa do Alex e também proprietária do Colher de Chá, foi fotografa do evento e ajudou muito na produção no dia e toda equipe da casa que trabalho da melhor forma possível. Não posso esquecer do monstro do metal catarinense, Ivan Fabio Agliati da Silent Empire que divulgou o evento mesmo sem tocar e sem poder comparecer, como se fosse o próprio evento e toda equipe d'O SubSolo que mesmo todos não podendo estar presente, divulgaram assiduamente o evento, principalmente o Vinicius Saints que trabalhou no evento e correu para cima e para baixo intensamente.

A todos que compareceram, a todos que compartilharam, as bandas que tocaram, a quem acreditou que O SubSolo era capaz de fazer um evento deste porte, meu muito obrigado e se tudo der certo, nos vemos no próximo ano. 

Fiquei verdadeiramente muito emocionado com os comentários, elogios e a imensa presença do público, não tenho outra palavra para dizer além de um muito obrigado a todos.

Obrigado!

Maykon Kjellin
Fundador d'O SubSolo.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial