24 julho, 2019

Entrevista: Mark Jansen (Epica/Mayan)


Mark Jansen é guitarrista, vocalista, compositor e fundador do Epica, Mayan e After Forever. Na entrevista abaixo Mark fala um pouco sobre seu início na música, o álbum 'Design Your Universe', turnê comemorativa, bebedeiras no Brasil e Mayan. Confiram! 

Oi Mark, como você está? É uma honra para mim (Lorena) e Caio entrevistarmos você. Obrigado pelo seu tempo. 

Mark Jansen: Eu estou bem, espero que vocês também estejam. Desculpe pela demora, mas aqui está. :)

Quando e por quê você começou a tocar guitarra? Quais foram suas influências no início e quais são as suas influências agora?

Mark Jansen: Eu comecei a tocar guitarra quando eu tinha 15 anos e minhas influências foram o Slash do Guns N' Roses e Dave Mustaine do Megadeth. 

Quais modelos de guitarras você está utilizando atualmente? Além das guitarras, você pode falar um pouco sobre seu set-up?

Mark Jansen: Eu tenho algumas guitarras Ibanez, alguns modelos do Steve Vai, alguns modelos RGA's e algumas guitarras custom. Hoje em dia, eu utilizo Positive Grid que são amplificadores digitais, onde você pode simular qualquer amplificador que você quiser. 

Você acredita que o álbum 'Design Your Universe'e 'The Holographic Principle' estão conectados de algum modo? 

Mark Jansen: Não mais, nem menos, do que qualquer outro álbum do Epica está conectado. Quero dizer, todo álbum tem uma ligação de certa forma, mas ao mesmo tempo é individual. Não há um vínculo especial entre esses dois álbuns. 

O que te inspirou para escrevre as músicas no 'DYU'?

Mark Jansen: Wow, isso foi há 10 anos atrás. Eu não me lembro de fato o que me inspirou para escrever as músicas, mas para as letras eu tive inspiração das leis universais e de que nós somos co-criadores de nosso próprio destino. Eu acredito que o universo não é como uma grande máquina onde tudo acontece por um acaso, mas sim que nós ativamente co-criamos os resultados. 

O 'DYU' vai ser tocado na íntegra nos shows de aniversário? Nós vamos ter alguma surpresa?

Mark Jansen: Nós ainda precisamos discutir o setlist, mas com toda a certeza ele vai ser focado nas músicas do 'DYU' e em faixas mais antigas também. 

Eu acompanho o Epica há muitos anos, e para mim, o 'DYU' é de longe o meu álbum favorito. Sinto que a partir desse álbum, houve uma transição na carreira do Epica. Ele seguiu o mesmo propósito, porém é mais pesado, denso e o estilo e influência de cada membro está totalmente presente nesse álbum. Você também acredita que esse álbum foi um grande marco para a banda?

Mark Jansen: Obrigado :) ele também é um de meus álbuns favoritos e eu acredito que o que tem a melhor qualidade sonora com o produtor Sascha Paeth. Com esse álbum, a banda se tornou maior e nós também noticiamos isso. Eu também já vi várias tatuagens lindas do 'Design Your Universe', o que mostra que nossos fãs realmente amam esse álbum. 

Qual a sua música favorita nesse álbum? Por quê?

Mark Jansen: Kingdom of Heaven. É uma música dedicada a minha avó que faleceu e ela sempre foi muito importante pra mim. Além disso, ela é uma das melhores músicas que nós já escrevemos, em minha opinião e eu continuo tendo muito orgulho disso. 

Nós vimos que o Mayan está indo para a Colômbia. Há algum plano de trazer a banda para tocar aqui no Brasil? 

Mark Jansen: A Colômbia foi fácil de vincular ao nosso vindouro show no Progpower USA, mas fazer uma turnê completa é um pouco complicado no momento. Espero que possamos fazer isso acontecer em um futuro breve no Brasil. 

Você pode contar uma história engraçada que aconteceu em turnê?

Mark Jansen: Uma vez nós estávamos em um restaurante no Brasil e a garçonete veio até nossa mesa com minhocas brancas e perguntou se alguém se arriscaria. Ninguém se arriscou, mas como eu já estava um pouco bêbado eu disse: ok, me dê isso aí e então eu comi haha. Depois disso eu experimentei uma minhoca frita, mas a viva estava mais saborosa. Haha