10 outubro, 2019

Feminismo na música: Nervosa #8

Nesta semana, seguimos com a nossa coluna "Feminismo na Música", que tem por objetivo trazer um pouco sobre as bandas que possuem representatividade feminina e mostram que as mulheres estão ocupando todos os espaços, inclusive o Underground.




E essa semana não poderíamos falar sobre outra banda que não fosse a Nervosa, que fez um show histórico no Rock In Rio no último dia 04 de outubro. Na data citada, mais especificamente por volta das 15h, Fernanda Lira, Prika Amaral e Luana Dametto subiram no Palco Sunset do festival e fizeram história com um show que vai ser lembrado pra sempre, não só por elas, mas também por todos aqueles que acompanham a banda e  puderam ver de perto o barulho do power trio.


O palco sunset do dia 04 não deveu em nada para os grandes festivais de metal da Europa, e a Nervosa tem muito crédito nisso, já que a responsabilidade em abrir os trabalhos no mesmo dia em que tocaria Anthrax e Slayer era grande. 

O show das meninas foi muito competente, trazendo sons de todas as etapas da banda, desde Victim of Yourself (2014), até os trabalhos mais recentes: Agony (2016) e Downfall of Mankind (2018). 

Com músicas poderosas e o carisma de sempre, a banda tinha seu nome gritado pelo público ao fim de cada música e de cada moshpit. Esperamos vê-las no palco mundo muito em breve.


A banda utiliza com muita maestria as redes sociais para promover seu trabalho, sempre interagindo com o público e mídia com muita simpatia e carisma. Soma-se a isso a qualidade das músicas e o poder das apresentações, como vimos no RIR. Por isso, o sucesso que a banda vem ganhando com o passar dos seus discos e turnês é mais que merecido. 

Hoje elas podem se orgulhar de já terem pisado no palco de grandes festivais, como o Obscene Extreme, Summer Breeze e o maior festival de música do mundo, Rock In Rio. Ah! Vale lembrar que o maior prêmio do sucesso do trio é o já confirmado show no Wacken Open Air de 2020, o maior festival de metal do mundo.

Até onde vai o sucesso dessas três headbangers não sabemos, mas o que podemos ter certeza é que elas merecem tudo que estão vivendo e muito mais, seja pela qualidade da sua música e também por serem tão humildes e determinadas. Ninguém pode parar as mulheres quando elas estão determinadas, e a Nervosa é a prova disso dentro do underground!