08 novembro, 2019

Cobertura: Festival Samamba Rock 2019 (Brasília/DF)*

Festival Samamba Rock celebra aniversário de Samambaia com dois dias de muito Rock N’ Roll em todas as vertentes

 
O SUBSOLO | COBERTURA SAMAMBA ROCK 2019



Por: Zine-se.





No último fim de semana (25 e 26), o estacionamento da igreja da Barca, em Samambaia Sul, foi palco da edição 2019 do Festival Samamba Rock. Ao todo, cerca de 12 mil pessoas passaram pelo local nos dois dias do evento, e puderam conferir a apresentação das 22 bandas passaram pelo palco. O evento contou com uma super estrutura de som e iluminação, e provou que é possível fazer um evento voltado para o público underground, de forma organizada e com qualidade.
A noite de sexta foi dedicada ao Rock alternativo, e contou com a Plutão já foi Planeta como Headline. Os potiguás mostraram um repertório semelhante ao apresentado na última edição do Rock in Rio, e cativou o público presente. As atrações candangas como Almirante Shiva; Joe Silhueta; Marcelino Marcelino; Penúria Zero; Venture; Intokáveis e Malice também abrilhantaram a noite de sexta.Já o sábado foi dedicada à vertente mais pesada do Rock, o Heavy Metal. A veterana Vulcano foi a grande atração da noite, e levou o público extremo ao delírio. Mesmo finalizando sua apresentação por volta das 4h da manhã, a Vulcano contou com a fidelidade do público Headbanger, que aguentou firme até a madrugada. Mesmo com o atraso causado pela chuva, o evento ocorreu dentro da normalidade, recebendo ainda o som pesado da baiana Bastard, e da carioca Cara de Porco, além das candangas Mofo; Macakongs 2099; Human Act; Vozes da Anarquia e Marsalla.

Nos dois dias de show, o clima foi de uma grande festa underground. Por todos os cantos se via roqueiros satisfeitos e pessoas elogiando o evento. A produção acertou ao proporcionar uma área de alimentação com comida e bebidas a preços acessíveis. Outro ponto de destaque foi a área dedicada aos moto clubes do DF, aumentando ainda mais o clima de confraternização.

Ao final da festa, ficou a certeza de que o Rock N’ Roll mantém-se vivo e firme, e que sua veia pulsa forte na periferia do DF. Como bem disse o tema do Samamba Rock esse ano “Rock é Patrimônio”, e o público roqueiro que passou pelo festival fez questão de mostrar o porquê de esse estilo ser tão amado e respeitado no DF, em especial, na periferia.

Fotos por: Joelma Antunes