19 novembro, 2019

Resenha: Mankinds Glory - Agony Voices (2015)

Agony Voices é uma banda que se propõem a fazer um Doom Metal extremamente melancólico e pesado, dando ares para uma criação de extremo peso e profundidade. Seu trabalho de estreia intitulado ''The Sin'' e lançado em 2011, credenciou a banda formada em Blumenau como um dos grandes nomes do estilo, sendo que o segundo álbum confirma essa aposta.


RESENHA | AGONY VOICES - MANKIND'S GLORY | O SUBSOLO


Pode ser clichê mas o segundo trabalho é um dos mais desafiadores pois, passando o status de estreia e revelação, é nesse segundo momento que deve se buscar personalidade, confesso que Mankinds Glory é menos agressivo o que de começo não me agradou mas após ouvir o trabalho algumas vezes consegui assimilar a proposta da Agony Voices e admirar bastante esse opus.

Mankinds Glory” é a faixa titulo e sabiamente inicia o trabalho pois a mesma tem um riff sensacional que chama a atenção e pasmem o mesmo é acessível para o estilo não estranhe ele ficar na sua memória por um bom tempo, Nocturnal Minds” e "New Beginning" tornaram se minhas favoritas por serem as que mais possuem aquela agressividade tão bem vinda ao Doom Metal.

Porém como foi dito nos parágrafos anteriores a banda apresenta novas tendências e essas se apresentam em canções como “No Traces”, “World of Devastation” e “Desire for Pain”. Percebe-se como a banda flerta com elementos do Gothic Metal sendo que me veio a mente ouvindo esse trabalho as fases mais atuais do Paradise Lost e Novembers Doom, o que são ótimas referencias.

Sendo um lançamento de forma independente é muito saudável ver uma banda que busca construir sua identidade, e personalidade, o Doom Metal é um estilo que vem em forte crescimento no país, e banda como Agony Voices só nos mostra que essa tendência se manterá.



TRACKLIST
01) Mankinds Glory
02) Nocturnal Minds
03) A New Beginning
04) No Traces
05) World of Devastation
06) Desire for Pain
07) Mysteries of Fear
08) Labirynth
09) Delusions of Death
10) Abyss of Despair