23 janeiro, 2020

Funarte proíbe inscrições de bandas de Rock em edital de incentivo a bandas

O edital (utilizado desde 2013) do Prêmio de Apoio a Bandas de Música 2020, divulgado na última quarta-feira (22), pela Funarte, proíbe a inscrição de bandas de Rock. 



O concurso foi criado com a intenção de premiar e incentivar bandas de todo o país proporcionando distribuição gratuita de instrumentos e ampliação ou reposição de instrumentos musicais. Seria cômico se não fosse trágico que embora mais direcionado a instrumentos de sopro,o edital não restringe conjuntos de nenhum ritmo musical, exceto o Rock. Agora o caso chama a atenção, o que não causa tanta estranheza, já que o presidente da Funarte foi nomeado pelo inteligentíssimo Roberto Alvim (convidado a se retirar do cargo da Cultura por frases nazistas).

Algum tempo atrás o presidente da Funarte já tinha se posicionado falando sobre o Rock (clique aqui), o mesmo inclusive citou Elvis Presley e Beatles falando que o gênero incitava o uso de drogas e aborto. 

Na época Mantovani (presidente da Funarte) afirmou: "o rock ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto. A indústria do aborto por sua evz alimenta uma coisa muito mais pesada que é o satanismo. O próprio John Lennon disse que fez um pacto com o diabo".

Edital pode ser conferido em: http://www.funarte.gov.br/edital/edital-premio-de-apoio-a-bandas-de-musica-2020/