23 junho, 2020

Resenha: The Pact - Metalizer (2019).


Um prazer muito grande como fã e saber que uma banda que a gente curte lança um trabalho que não decepciona,  e isso posso afirmar da Metalizer pois acompanho o trabalho deles desde 2005, quando foi lançado o trabalho Eletric Homicide de lá pra cá a banda lançou outros grandes registros como: The Thrashing Force, (meu favorito) e Your Nightmare até chegarmos agora em The Pact que apresenta um Metalizer mais maduro e técnico.




Já quero destacar a capa que é magnífica e que apresenta uma leitura do trabalho O Retrato de Dorian Gray do dramaturgo Oscar Wylde tema esse que é também apresentado na faixa que da titulo ao trabalho. 

Aprestando uma nova formação com a entrada do guitarrista Edson Ruy, que se alia a Sandro Mausés nos vocais, Douglas Lima na Guitarra base e solo, Danilo Cruz no  Baixo e backing vocals e Thiago “Agressor” Cruz na Bateria e Backing Vocals. Com conhecimento de causa e vontade de destroçar nosso pescoço eles nos entregam aqui uma mistura muito bem dosada de thrash metal com algumas pitadas de Heavy, como por exemplo a abertura Warrion que tem andamentos tradicionalmente do Thrash com uma performance vocal bem na linha do Riot por exemplo. 

A Menace to Society tem uma linha de bateria impressionante e é ainda mais rápida com uma quebrada de andamento impressionante no meio da música. A faixa título é extremamente técnica lembrando a fase de Tim Ripper Owens no Judas. Só pelos comparativos feitos aqui já da para perceber o nível  que a banda esta apresentando. 

Sons como Consumed (Never Satisfied) e Hypocrisy fazem a ponte com o passado da banda mostrando bastante virtuosismo e Worshippers of War finaliza o trabalho com um golpe de adrenalina, mostrando que o metal corre em nossas veias e é impossível não se identificar e se empolgar com o trabalho do Metalizer.

TRACKLIST:
01) Warrion 
02) A Menace to Society 
03) The Pact 
04) The Abomination
05) A Hymn to Freedom 
06) Free Art
07) Consumed (Never Satisfied)
08) 100 Days in Rwanda 
09) Reborn Through Knowledge
10) Wild Eyes
11) Hypocrisy 
12  Worshippers of War 

FORMAÇÃO:
 Edson Ruy - guitarras
Sandro Mausés - vocais
 Douglas Lima Guitarra base e solo 
  Danilo Cruz: Baixo e backing vocals 
Thiago “Agressor” Cruz: Bateria e Backing Vocals,