12 junho, 2020

Resenha: Revelations Of Oblivion - Possesed (2019)

O ano de 2019 pode não ter sido um período fácil, com muitas fatalidades e tragédias ao redor do mundo porém, se podemos tirar algo de positivo desse ano que passou, sem dúvida, foi o retorno triunfal do Possessed, pois é impossível negar que ao lado de nomes como o Death e Sarcófago, eles auxiliaram na criação do que conhecemos como ‘Death’ Metal. 



Trabalhos como “Beyond the Gates” e principalmente “Seven Churches” são remorados aqui, mas a banda não se propõe a fazer uma cópia de si mesma, pelo contrário, eles jogam toda a tecnologia atual ao seu favor, fazendo assim, um registro que será citado nas próximas décadas. 

Na verdade, mais assustador do que ver Jeff Becerra se recuperar tão bem após ele ter sido baleado em 1989 (ficando tetraplégico), é o fato de que, ele soube recrutar músicos que não afetaram em nada a proposta do Possessed. Claudeous Creamer e Daniel Gonzalez apresentam aquelas guitarras velozes e com peso totalmente ‘old School’. Na minha opinião, qualquer lista de melhores cozinhas daqui para frente tem por obrigação, apontar os nomes de Robert Cardenas (baixo) e Emilio Marquez (bateria). 

Chant of Oblivion, é uma ‘intro’ que teve a dura missão de mostrar que 30 anos depois os possuídos voltaram, então tome No More Room in Hell, isso sim é metal extremo, sem passagens de violinos e corais femininos de ópera e apenas guitarra, baixo, bateria e vocal esporrento! Dominion vem na sequência, mostrando aqueles elementos de ‘thrash’ metal, só que muito mais velozes. 

Faixas como Damned, Demon e Abandoned são quase um ‘best of’ do estilo, sendo uma cartilha de como bandas de ‘Death’ Metal deveriam soar! Caso ainda esteja vivo após essa trinca do inferno, prepare-se para Graven. Que saudosismo ver Becerra mandando um ‘666’, reafirmando seu compromisso com o submundo. 

Quantas bandas podem se orgulhar de ter criado a estrada musical de um estilo e lançar algo de extrema relevância nos tempos atuais? Simplesmente, hail Possessed


TRACKLIST 
01) Chant Of Oblivion 
02) No More Room In Hell 
03) Dominion 
04) Damned 
05) Demon 
06) Abandoned 
07) Shadowcult 
08) Omen 
09) Ritual 
10) The Word 
11) Graven 
12) Temple Of Samael 

FORMAÇÃO 
Jeff Becerra – vocais 
Emilio Marquez – bateria 
Daniel Gonzalez – guitarra 
Robert Cardenas - baixo e backing vocals 
Claudeous Creamer – guitarra