31 agosto, 2020

Resenha: NFZ – No Fearz (2020)

Para alegria de muitos e desespero de alguns o New Metal nacional vem ganhando força novamente, é claro que o estilo nunca foi uma unanimidade principalmente para os Headbangers mais tradicionais, porém é inegável que quem viveu o final dos anos 90 e começo da nova década, foi marcado por nomes como Korn, Linkin Park entre tantos outros. 

O Brasil não foi diferente nesse sentido, tendo como um dos principais expoentes do estilo o Ponto Nulo No Céu , A Ultima Theoria e mais recentemente a Dark New Farm e o No Fearz banda carioca que lançou via streaming o seu Ep NFZ que consegue aliar ao peso tradicional do estilo uma dose de mensagem que servem de total inspiração para os dias conflitosos que estamos vivendo atualmente. 

Arte por Getúlio Marins

Formada por: Doug na voz, Ziel na guitarra, Luizinho Sant'Anna na outra guitarra, Renan no baixo e Jeff na bateria, mesmo quem não conhece muito a banda percebe o quanto eles se empenharam em entregar um som de qualidade e que eles realmente gostam de fazer. 

Peito aberto abre o trabalho com bastante peso e groove, a variação entre vocais limpos e mais gritados e bem explorada aqui e não é previsível como acontece em muitos trabalhos de Metal Moderno. Gostei muito também do trabalho de bateria que mantem a pegada ao longo da faixa. 

Na sequência, Desabafo vem com uma linha mais puxada para o Metalcore, com a variação dos vocais me remetendo principalmente ao As I Lay Dying, e os vocais mais rimados mantem a sonoridade tão marcante do Nu Metal principalmente na primeira leva do estilo.

Chegar a minha hora, que conta com a participação de Hosmany Bandeira (vocalista da No Trauma), é minha favorita do trabalho. O começo dela é bem na linha do hardcore e de longe a mais pesada da banda com variação de vocais e uma letra também bem interessante, esse caminho mais extremo foi o que mais me agradou. 

5DCity é um interlúdio que logo da espaço para o Som da cidade que não nega a influência do Ponto Nulo No Céu com uso de elementos da música eletrônica que remete ao Hibrid Theory do Linkin Park uma pedra fundamental para o new metal. 

Pontos fecha o trabalho com uma ótima fluência entre o baixo e a bateria dando o peso necessário para a faixa. Notei também ares de Coal Chamber, principalmente do seu álbum de estreia. O no Fearz apresenta se como uma banda criativa empenhada e que mostra que esta disposta a alcançar o seu lugar no underground , sem duvida garra e talento para eles não faltam. 

Confira abaixo o clipe de Chegar a Minha Hora com a participação de Hosmany Bandeira:



FORMAÇÃO

Douglas Dias - Vocal 
Ziel - guitarra
Luizinho Sant'Anna - guitarra 
Renan Costa - baixo 
Jeff Almeida- bateria 

TRACKLIST

01) Peito Aberto 
02) Desabafo 
03) Chegar a Minha Hora feat. Hosmany Bandeira
04) 5D.C.I.T.Y.
05) Som da Cidade
06) Pontos