26 outubro, 2020

30 músicas inéditas de Renato Russo são encontradas e apreendidas pela Policia Civil

Após denuncia realizada pelo filho do cantor, a Polícia Civil apreendeu CDS, HDs e celulares em estúdio em Botafogo, na zona Sul do Rio de Janeiro.




A delegacia de Repressão contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) encontrou durante a operação em um estúdio acima citado, 30 versões de músicas nunca lançadas oficialmente pelo cantor Renato Russo.


O material estava em posse do dono do estúdio de gravação. Segundo a polícia, o estúdio prestou serviços para uma gravadora, na qual tinha ligação com Renato. Além de tudo isso, foi confirmado que Renato também já frequentou o estúdio durante seus últimos anos de vida.


Giuliano Manfredini, filho do Renato Russo foi quem fez a denuncia. A partir deste registro da ocorrência, no qual o filho é detentor dos direitos autorais de parte da obra do cantor, a Polícia iniciou as investigações até realizar a apreensão nesta data (26/10). 


A investigação começou há um ano atrás, a operação foi batizada de "Será?" que é uma das composições do artista. “O cumprimento do mandado de busca e apreensões foi altamente produtivo e conseguimos provas robustas, que em breve vão ajudar a esclarecer toda a verdade sobre o que estava acontecendo. Tem pelo menos trinta músicas em versões inéditas”, afirmou o delegado Mauricio Demétrio, titular da DRCPIM.


Sobre todo isso, falou que: “Foi feito um serviço, a pedido de uma gravadora, e há menções de canções e versões de canções inéditas. E a gente tem que confrontar dono do direito autoral, que é o filho do Renato Russo, para ver se ele tinha conhecimento desse material que está no caixa-forte de uma gravadora”.


A defesa do acusado já compareceu a delegacia e agendou seu depoimento para a próxima quinta-feira. Boatos que essa história será desvendada tão rápida como Faroeste Caboclo.