03 outubro, 2020

Topfive: cinco bandas para ouvir neste final de semana #168

Iniciamos o mês de outubro, mais conhecido em 2020 como, fase 10. Nesse mês marcará também o primeiro Festival Online d'O SubSolo que acontecerá em 17 de Outubro em nosso canal oficial no YouTube. Portanto nosso topfive de hoje vai mesclar algumas bandas participantes no festival, porém trazendo novas indicações para esse final de semana, vem comigo!





01) Carcanhá - Punk Rock - Blumenau/SC

Carcanhá foi fundada com a ideia de homenagear bandas do Punk Rock dos anos 80's e 90's, porém sempre criando músicas autorais com a ideologia de críticas sociais e políticas em suas letras. Formada em 2016 em Blumenau/SC, teve em 2020 a entrada do guitarrista Nano Henning, que deu um peso a mais na banda fazendo-a soar como um Crossover. No próximo dia 09 de Outubro, a banda lançará seu novo videoclipe e você poderá conferir aqui n'O SubSolo.



02) Stab - Thrash Metal - Piracicaba/SP

Banda de Thrash Metal formada em 2017 em Piracicaba/SP. Mesmo com pouco tempo de estrada com esse projeto, a banda demonstra muita maturidade no seu trabalho. O recém EP lançado intitulado Sepulchral Lullaby, tem tudo que um grande admirador do Thrash deseja ouvir em um disco. Guitarras cortantes, baixo pesado e bateria na medida. Os vocais bem afinados e com uma boa técnica vocal, trazem uma métrica diferenciada. A banda está confirmada em nosso festival online!



03) Full Messenger - Metal - Niterói/RJ

Full Messenger é uma banda de Niterói/RJ e lançou seu primeiro trabalho em 2017, intitulado Came to Divide contendo dez músicas com muita influência de bandas como Iron Maiden, Black Sabbath e Metallica. O resultado do trabalho é um Heavy Metal bem direto e objetivo. Em 2019 a banda lançou seu outro trabalho Ambiguity que teve doze faixas, porém abrangendo um pouco mais do que apenas o Heavy e trazendo influências do Doom, Gothic e do New Metal. Confira a sonoridade da banda que conta com muitos riffs, vocais melódicos, percussão, teclados e tudo o que o bom Heavy Metal tem que ter.



04) Paulo Inda & Os Rickenbackers - Rio Grande do Sul

Um grande super projeto contando com excelentes músicos do Rio Grande do Sul. Na bateria Rodrigo Sorriso, baterista do Armandinho, Serginho Moah e Tape-Decks, Regis Sam no baixo e vocais que tocou com Wander Widner. Sua sonoridade se propõe ao Inda Rock Gaúcho que vai do erudito ao Rock, com doses do Pop Latino e com muita influências de Júpiter Maçã. Seu disco de 2018 foi masterizado no obscuro Abbey Road de Londres. Ouça e assista ao clipe de Eu e meu cabelo Pom-Pom e reviva ao verdadeiro Rock gaúcho!




05) Coco Halley - Rock Alternativo - Cerquilho/SP

Formada em 1999 por André Moretti na guitarra e piano, Douglas Arruda na bateria, Felipe Ludizotto voz e guitarra e Rafael Lizier no baixo, a Coco Halley deu seus primeiros passos com o EP Never Gone Away lançado em 2002, que garantiu um certo destaque no cenário undergrund na época. Sempre presente em grandes trabalhos como a coletânea Dance to the Radio que teve a participação de Hateen e Thee Butchers Orchestra.