16 novembro, 2020

Resenha: City Burials - Katatonia (2020)

A primeira coisa que eu me propus ao ouvir esse novo trabalho do Katatonia foi esquecer a banda do passado, senão inevitavelmente iria sentir raiva e achar o trabalho uma bela de uma porcaria, pois bem com isso em mente ficou obvio que os tempos de vocais cavernosos e agressividade se foram, dando espaço para algo mais harmonioso mas claro que ainda muito melancólico. 

Tiramos o elefante da sala, então vamos para audição.



Heart Set to Divide é uma amostra perfeita de como vai soar o álbum, Jonas Renkse mostra se cada vez mais versátil e confortável com essa atmosfera musical. 

Behind the Blood que vem na sequência é fatalmente minha favorita pois, ao lado de Rein, vem rememorando o fato de antes de mais nada eles são uma banda de metal, não à toa que a levada principal dessa música fica a cargo do baterista Daniel Moilanen

Outras influências são sentidas ao longo da audição do trabalho e a proposito esse não é um trabalho para você ouvir fazendo alguma coisa, se permita a apreciar o trabalho dando atenção a cada nuance. 

Lacquer tem umas batidas eletrônicas que me remeteram ao Anathema e ao Paradise Lost (que graças a Satã voltou a fazer som extremo, mas isso fica para outra resenha). 

Vanishers é desaconselhável para corações partidos, uma baita balada com a participação do vocalista Anni Bernhard do Full of Keys.

Faz parte da jornada o fim por isso mesmo que Untrodden vem com uma forte aura lúgubre mostrando que a escuridão vive na alma dos integrantes do Katatonia que nos entrega aqui mais um excelente registro. 

Assista o clipe de Behind the Blood no YouTube:




TRACKLIST

01) Heart Set To Divide 
02) Behind The Blood 
03) Lacquer 
04) Rein 
05) The Winter Of Our Passing 
06) Vanishers 
07) City Glaciers 
08) Flicker 
09) Lachesis 
10) Neon Epitaph 
11) Untrodden 
12) Fighters

FORMAÇÃO 

Jonas Renkse - vocal, guitarras e teclados 
Anders "Blackheim" Nyström - guitarras, teclados, backing vocals 
Roger Öjersson - guitarra
Niklas Sandin - baixo 
Daniel Moilanen - bateria